11 milhões de mexicanos com Diabetes em 2030

11 milhões de mexicanos com Diabetes em 2030

De acordo com a doutora Rosário Arrechavaleta, da Sociedade brasileira de Nutrição e Endocrinologia, o número de pacientes com Diabetes vai superar os 11 milhões para o ano de 2030, tornando-se um sério problema para o sistema de saúde no México.

Além disso, acrescentou Arechavaleta, 539, de cada mil perecem, 260 sofrer um infarto, e 101 dano cerebral decorrente de complicações da doença.

De acordo com as projeções do Hospital Geral do México, a Diabetes custa ao sistema de saúde mexicano, cerca de 40 milhões de pesos por ano, 7% do orçamento, e este gasto pode ser aumentada para o dobro durante as próximas duas décadas.

Com estes números, médicos do Hospital Civil de Guadalajara, entre eles Rosário Arrechavaleta, urgieron a tomar medidas eficientes para evitar o aumento no número de diagnósticos da doença.

A este respeito, o doutor Guillermo González explicou que há que atacar o problema de maneira integral, e mencionou quatro pontos fundamentais para isso: manter níveis saudáveis de gordura no sangue, prevenir e combater a obesidade, não fumar e evitar descontroles da pressão arterial.

Comentou que a Diabetes foi baleado no México devido a alterações de hàbitos alimentares, a urbanização e o sedentarismo, entre outros, pelo que considerou que a educação em prevenção deve ser incluída nos programas escolares, assim como uma medida de detecção de Diabetes na cartilha nacional de saúde.