4 erros que você não deve cometer ao fazer uma dieta

05 Jun 2014

OS ERROS DE NOSSA DIETA
No livro de Tara Gadus, “Dieta da Diva”, a autora nos relaciona uma série de erros que habitualmente se cometem na hora de fazer uma dieta, e que justificam que, em muitos casos, estas não, aparentemente, por “causa desconhecida”.

No entanto, como veremos, na hora de ter êxito com uma dieta, você tem que ser mais conscientes da realidade, não confundiéndola com nossas percepções.

E é que, se há tantas pessoas fazendo dieta (que as há), como é que quase dois terços dos norte-americanos sofrem de excesso de peso?.

Como veremos, há uma explicação simples para isso: é que a dieta mais completa e comprovada, pode ser ineficaz se cometem algum dos “pequenos” erros que em seguida apresentamos.

Felizmente, como também explicamos, existem remédios simples para corrigi-los.

REMOVER GRUPOS DE ALIMENTOS
Existem, infelizmente, ainda, muitas dietas que caracterizam-se por suprimir a nossa alimentação grupos de alimentos. Um exemplo com aquelas dietas que suprimem o glúten.

Ou dietas, marcadas por uma tendência de alimento especial ( Paleodieta: comer alimentos integrais, evitar os processados e refinados, assim como os pobres em nutrientes, evitar as gorduras trans, cereais com glúten, o açúcar refinado e os lácteos pasteurizados).

Ou mesmo dietas com conteúdo calórico é mínimo (dietas rápidas).

Mas o recorte de grupos nutricionais amplos, pode ter consequências metabólicas severas, e além disso, podem não ser (essencialmente por doença metabólica que produzem), precisamente eficazes em relação à perda de peso.

Em todo o caso, podem chegar a causar uma desnutrição, pois excluímos de nossa alimentação nutrimento específicos e necessários.

NÃO COMER PROTEÍNAS SUFICIENTES
O efeito produzido pela falta de proteína é precisamente, segundo demonstrou um estudo recente, o contrário ao que se pretende.

Pois o corpo precisa de proteínas para se mover, e sua ausência implica consumir um maior número de calorias para compensar, comendo em excesso.

Nós Podemos resolver isso, introduzindo em nossa dieta claras de ovo, pois um copo pequeno do mesmo contém apenas 6calorias, mas tem 11 gramas de proteína por copo.

ÁLCOOL
Embora a maioria de nós costumamos ser mais conscientes dos alimentos que comemos, o que bebemos, não é por isso que estes últimos alimentos líquidos há menos calorias do que em muitos dos sólidos.
E isso costumamos esquecer ou não o tivermos em conta.
No entanto, as bebidas alcoólicas existem muitas calorias (mais quanto maior a graduação).
Se não queremos cometer este erro, mudemos nossa bebida alcoólica habitual por outra como uma única taça de vinho ou uma cerveja light, cujo teor em calorias, é muito inferior.

PULAR OS LANCHES
Às vezes, aconselha-se a erradicar os lanches entre as refeições.

Mas foi comprovado que se escolhem os snacks corretos vamos conseguir não só conter nossos impulsos irrefrenables de comer muito quando chega a hora da comida, mas que agora temos em nosso corpo, conforme a fonte, uma série de proteínas e gorduras que podem ser muito saudáveis para o nosso coração.

Uma alternativa bastante razoável se encontra nos frutos secos. Mas sempre com a devida moderação.

Assim, tendo em conta estas medidas simples, pretendemos que a nossa dieta cumpra realmente o seu objetivo, e poderemos observar bem-aventurados os resultados.