4 problemas que não se ajudam a emagrecer

03 Sep 2014

Como manter um estilo de vida saudável, para reduzir as chances de sofrer ataques cardíacos, câncer ou diabetes? Você Modelar a sua figura e perder peso? Não importa quais sejam os seus objetivos particulares, emagrecer pode se tornar um verdadeiro pesadelo. O mercado nos oferece mil métodos diferentes e nos vende produtos que prometem perder peso mais rapidamente, levando-nos a fazer más escolhas.

Além disso, muitas pessoas se propõem metas irreais, impossíveis de manter. Em vez disso, os especialistas recomendam priorizar pequenas mudanças, graduais, para que o sucesso se vá acrescentando aos poucos a cada semana. Por exemplo, tomar mais água pode ser uma meta, se a conseguir, na semana seguinte, será mais fácil ter este hábito incorporado. Outros objetivos são benéficos comer mais frutas e legumes ou diminuir a ingestão de doces e refrigerantes.

De qualquer forma, se você está custando muito a reduzir o seu peso corporal, checa estes fatores para encontrar o por que. Vamos dar-lhe as soluções mais adequadas para cada uma das causas que não se deixam emagrecer.

FAZ EXERCÍCIO CARDIOVASCULAR LENTO
A atividade física intensa queima mais calorias do que os exercícios aeróbicos mais tranquilos. Além disso, ao contrário de outras disciplinas –que estendem o tempo de consumo calórico para além da hora de treino – uma sessão pouco eficiente de fitness cardiovascular não acelera muito o metabolismo.

A solução mais inteligente é misturar treino de força com exercícios cardiovasculares. Os intervalos com períodos muito curtos de recuperação são a melhor estratégia para queimar mais gordura em menos tempo. Neste tipo de treinamento, passas ao próximo movimento sem ter se recuperado do todo do anterior, consome mais calorias durante o período intenso e você continua queimando no período mais lento, enquanto o seu corpo se recupera.

Assim você consegue fazer trabalhar o coração e adquirir força, a construção de massa muscular. Você não deve esquecer que o tecido muscular consome mais calorias do que o adiposo, o que irá continuar queimando gordura muito tempo depois de ter terminado a sessão no centro de fitness. Um exemplo do método: aquece 5 minutos de exercício cardiovascular, faça 3segundos de trabalho intenso e 30-45 de trabalho mais lento, de recuperação. Repita os intervalos de 2minutos.

GANHA UMA DIETA DESORDENADA
Muitas pessoas não tinham o suficiente que estão comendo e que não todos os dias. É muito fácil mentirse a si mesmo e dar permissões com a nutrição, muitas vezes, come bem durante todo o dia, mas em algum momento você optar por um lanche saudável que, em seguida, decidir ignorar em sua contagem de calorias.

O mesmo acontece no ginásio, onde muitos indivíduos fazem o que quisessem, em vez de planejar uma rotina de atividade e ir verificando os seus progressos. A solução para este problema é levar dois jornais diários de registro, um de alimentação e outro de exercício. Quando você vai ao ginásio você deve saber exatamente o que o plano vai a seguir, anotándolo, você pode ir aumentando repetições, peso ou tempo para construir mais massa muscular.

Várias pesquisas têm mostrado, por outro lado, que aqueles que levam uma diária nutricional conseguem melhores resultados do que aqueles que não se controlam. Se estiver registrando o que se come não podes enganar a ti mesmo, e assim você começará a evitar as tentações.

VOCÊ ACHA QUE FAZER ESPORTE QUE TE DÁ DIREITO A COMER MAIS
Não são poucos os que se guiam pela lei de compensação na dieta, pensando que eles podem comer os alimentos pouco saudáveis que gostam por ter estado uma hora no ginásio. Mas o certo é que fazer refeições mais abundantes anula os efeitos do treinamento físico. Se você realmente deseja emagrecer, você deve fazer uma redução de seus calorias por duas vias: com a dieta e o exercício.

Calcula-Se que, aproximadamente, para baixar ½ quilo em uma semana é necessário cortar 50calorias por dia, com a alimentação ou com o esporte. Uma boa estratégia é deixar alguns pedaços de comida no prato para reduzir a ingestão de 25calorias, e queimar a outra metade com a atividade física, por exemplo, com uma carreira curta.

NÃO COME NADA DEPOIS DE TREINAR
Você sabia que se você não se alimentar bem depois do ginásio, seu organismo lhe custa muito mais construir massa muscular magra? O exercício utiliza a glicose presente no tecido muscular como combustível, e é necessário reponerla. Se não fizer isso, o corpo deve prover de outras fontes de energia, e para isso irá usar mais fibras musculares. Como consequência a anulação de alguns dos benefícios de seu treinamento.

Para contornar esse problema, você deve consumir proteínas e hidratos de carbono simples depois de treinar. Os açúcares simples (por exemplo, os contidos nas frutas frescas) fornecem energia imediata para o corpo, por sua vez, as proteínas ajudam a construir o tecido muscular, e quanto mais massa muscular você tiver, mais calorias você conseguirá queimar ainda em repouso.

Até mesmo essa combinação de nutrientes, ajudará seu corpo a se recuperar da sessão esportiva mais rapidamente. Se não tiver lesões e não sente fadiga pode estar pronto para treinar outra vez, e ir incrementando suas sessões ao longo do tempo. O que significa, em suma, melhores resultados.