8 excelentes alimentos para incluir em sua dieta

1Nov 2014

INTRODUÇÃO
Vamos fazer uma breve relação de alguns alimentos que devem estar sempre presentes na nossa dieta para que ela esteja bem equilibrada e que seja realmente saudável.

OS 8 ESSENCIAIS
1. Batatas:

Nem todo mundo sabe que a batata vermelha é extraordinariamente rica em ácido fólico, e contém a mesma quantidade desta vitamina que o brocolí e outros vegetais.

O ácido fólico ou folato é um membro a mais da família da vitamina B e ajuda activamente a produção de glóbulos vermelhos, além disso, colabora no bom funcionamento nervoso.

No entanto, tente comprá-las orgânicas, pois do contrário, tendem a ser os produtos químicos mais assumem no seu cultivo.

2. Abacates:

Similarmente, as frutas, os abacates contêm uma grande quantidade de antioxidantes, e, além disso, apresentam uma elevada quantidade de fibra natural, o que produz uma ajuda eficaz para a digestão e a regulação da glicemia.

Contém, igualmente, uma boa dose de gorduras saudáveis, indicados tanto para reduzir o peso de pessoas obesas, como para ganhá-lo (ainda que pareça paradoxal) em quem está pouco abaixo da média.

Também ajudam a eliminar a halitose, por suas propriedades de limpeza dos intestinos.

3. Frutos:

Há muitos tipos de frutas diferentes, mas os mencionamos 4, que são relativamente fáceis de encontrar e que podemos incorporar rapidamente a nossa dieta: os mirtilos, framboesas, os açai e as amoras. São alguns dos alimentos mais ricos em antioxidantes que existem, sendo as de açai, as mais ricas.

Os antioxidantes são fundamentais na hora de proteger dos efeitos cancerígenos de muitas substâncias que ingerimos, além de prevenir doenças cardíacas, e o envelhecimento, por colocar-se alguns exemplos.

São também muito importantes, como fator nutricional, o seu elevado conteúdo de fitoquímicos, que têm efeitos protetores das células do nosso organismo contra agressões externas.

4. Lentilhas:

Esses legumes são uma base fundamental em uma grande variedade de pratos e receitas. Mas, além da sua versatilidade culinária, as lentilhas são muito boas para ajudar na digestão, reduzir o colesterol e, consequentemente, diminuir o risco de doenças cardíacas. Também são muito ricas em proteínas.

5. Quinoa:

Rica em proteínas e com um alto teor de riboflavina (da família das vitaminas B), está se tornando muito popular, não só porque é livre de glúten (uma alternativa, por exemplo, para as massas), mas porque também é baixa em calorias, se a comparamos com qualquer um dos outros grãos e contém proteínas.

É importante, no entanto, não esquecer enjuagarlas bem antes de ser cozida, bem eliminaréis qualquer vestígio de saponinas, uma substância tóxica que podem acarretar.

6. Flocos de aveia:

Há que fazer, com relação a este alimento, um chamado de atenção especial, já que nem todas as farinhas de aveia são saudáveis. Há muitas preparações comerciais que incorporam uma grande quantidade de produtos químicos e açúcares.

Referimo-Nos aos flocos de aveia naturais, não processados, que podem ser preparados adicionando, simplesmente água fervente. Se a isso lhe acrescentamos mel natural, ou fruta fresca, você pode ter um prato de aveia muito mais saboroso do que os preparados comerciais e com todas as suas propriedades: proporciona manganês, cobre, fósforo, biotina, vitamina B1, com o que teremos muitos benefícios, entre outros prevenir a perda de cabelo, não está mal, não é?

7. Amêndoas:

Estes frutos secos não são os únicos elementos essenciais de uma dieta saudável, mas sim são uns dos que mais em conta, temos de ter, por seu altíssimo teor de fibras (cerca de 3 gramas por cada 30), assim como pela sua riqueza em magnésio e antioxidantes.

Se deixamos de molho de um par de dias, não somente as reblandecemos, tornando-as mais fácil digestão, mas o seu sabor é acentuado e suaviza a textura, razões que não temos que deixar passar para testá-lo.

8. Sementes de cânhamo:

Estas sementes podem ser um tanto difíceis na hora de incorporar a nossa dieta, principalmente devido ao seu intenso sabor a noz.

Mas se as usamos com moderação, adicionando-os, por exemplo, as saladas ou a um bom shake de frutas, estas sementes são de uma incrível fonte de proteínas de uma qualidade excepcional, além disso, o seu conteúdo em ácidos gordos omega 3 e omega 6 as torna ideais, já que estimulam o nosso sistema imunitário e ajudam-nos a lutar eficazmente contra o cansaço e a fadiga.

Vamos colocar um pouco de cada um desses alimentos em nossa dieta diária e sentiremos como o nosso corpo se vai recuperando e fortalecendo.