como-calcular-as-calorias-do-açúcar

A quantidade de açúcar, você precisa ingerir por dia

AÇÚCAR ELEMENTO FUNDAMENTAL

O açúcar tem de estar sempre presente na nossa dieta, já que é um elemento fundamental para o funcionamento dos nossos órgãos e sistemas, mas sempre e quando não exceder a dose diária recomendada.

O CONTEÚDO EXTRA

É encontrado naturalmente em muitos alimentos naturais e, por isso, saudáveis, no entanto, o problema começa quando se adiciona um conteúdo extra para os alimentos processados para melhorar o sabor, por exemplo.
Tais alimentos, em contrapartida, costumam ser baixos em todos os nutrientes essenciais, como a fibra, vitaminas e minerais, pelo que o seu consumo não é recomendado.

CONDIÇÕES PARTICULARES

Se estamos sujeitos a qualquer condição de saúde limitada por alguma doença ou característica fisiológica própria, temos de consultar o nosso médico para saber quais são os limites que se adaptam às nossas condições. A toma de medicamentos como também determina uma variação da ingestão de açúcar.

O QUE PODE ACONTECER COM O EXCESSO

Este é um problema que pode passar despercebida. E é que muitos dos alimentos que devemos ingerir são processados, comprados, e não preparados por nós. Isso significa que não temos um controle sobre a quantidade de calorias na forma de açúcares e gorduras presentes em tais alimentos, com o qual,  ultrapassamos com distinção, os limites aconselháveis.
Isso produz um gradual, mas sustentada de aumento do nosso peso, assim como um risco maior de vir a desenvolver doenças cardíacas.

CONSEQUÊNCIAS PARA A NOSSA SAÚDE

Assim, de forma despercebida, podemos estar transpondo os limites aconselháveis e isso determina sérias conseqüências para a nossa saúde. Não só se promove a cárie dental (já que o açúcar estimula o crescimento de bactérias nos dentes), mas também que, se a maior parte de nossas calorias provenientes de açúcares e gorduras não saudáveis, deixamos de comer outros alimentos que são essenciais para a nossa saúde: frutas, proteínas magras, legumes e grãos inteiros e até mesmo produtos lácteos baixos em gorduras.

RECOMENDAÇÕES PARA A INFÂNCIA

Há uma parte específica para os níveis de açúcar que podem comer nossos filhos e crianças em geral, conforme o grupo etário a que pertencem.

DIFERENÇAS POR IDADE

Não é o mesmo que o consumo calórico e as necessidades que têm as crianças em idade pré-escolar, onde o crescimento é rápido, o que exigem as crianças cujas idades estão compreendidas entre os 4 e 8 anos de idade, onde há uma certa redução da velocidade de crescimento relativa, ou ao que exigem os adolescentes que estão em plena fase de ebulição hormonal e formativa, definindo sua constituição física final.

LIMITES

De acordo com a American Heart Association, os requisitos de açúcar/calorias desses três grupos variam entre as 4 colheres de chá ou de 64 calorias, as 3 colheres de chá ou 48 calorias e as 5-8 colheres de chá ou as 80-130 calorias diárias, respectivamente.

RECOMENDAÇÕES PARA OS ADULTOS

Existem diferenças no que diz respeito aos limites de açúcar que podem pagar, os homens e as mulheres, mas em ambos os casos, a quantidade de açúcar que se come ou se bebe não deve ultrapassar nunca a metade das calorias totais que você ingere no dia.

LIMITES

De acordo com a American Heart Association, os homens podem chegar a consumir até 9 colheres de chá por dia, ou seja, 150 calorias, e as mulheres não devem ultrapassar as 6 colheres de chá por dia, ou seja, 100 calorias..

CONSUMO MÉDIO

Comparando os dados que mencionamos linhas acima, com os dados fornecidos pelo Consumer Reports Health sobre o consumo médio de açúcar do norte-americano médio, vemos que este é muito superior ao recomendado, já que se costuma demorar cerca de 335 calorias de açúcar por dia, isto é, cerca de 22,2 colheres de chá.

PARAR OS RISCOS

Se quisermos acabar com os riscos que representam para a nossa saúde o fato de duplicar e até triplicar a quantidade de açúcar que consumimos diariamente, podemos começar por substituir alguns alimentos com excesso de doce por outros mais naturais e igualmente apetitosos: se retirarmos do frigorífico com os iogurtes com adição de açúcar e os substituímos por iogurtes naturais coberto com frutas frescas, teremos reduzido sensivelmente a quantidade de açúcar.

SUBSTITUIR ALIMENTOS

Igualmente podemos deixar biscoitos doces e tomar queijo com baixo teor de gordura sobre bolinhos de grão inteiro. Além disso, é importante que deixemos de consumir bebidas carbonatadas e açucaradas: deixar de tomar uma única lata de 330 ml de refrigerante, substituindo-a pela água, vai economizar cerca de 150 calorias de açúcar.

Não são sacrifícios excessivos e com pequenos detalhes podemos conseguir reduzir nosso consumo de açúcar, aos limites razoáveis, de modo que não nós possamos duvidar e fins.