Afrodisíaco natural Feminino
Afrodisíaco natural Feminino

Enquanto o sexo deveria ser sempre um momento de prazer para todas as mulheres, para algumas, no entanto, esse momento acaba sendo de total desconforto e insatisfação.

O fato é que, se esse desconforto e falta de prazer durante o ato sexual for uma constante, se o sexo sempre for sempre associado à algo negativo, certamente, isso deve ser tratado com o ginecologista, que saberá como conduzir o problema.

Porém, se a falta de vontade for só de vez em quando, bem, nesse caso, a coisa é bem mais simples, muitas vezes podendo ser resolvida com um simples estimulante sexual – encontrado hoje facilmente à venda – que, acredite, pode ser uma boa alternativa.

Felizmente, hoje em dia, existem diversos tipos de estimulantes sexuais femininos, os quais agem de variadas formas, justamente, para ajudar mulheres com problemas de libido, dificuldade de se satisfazer com o sexo ou, até mesmo, estimulantes só para dar uma incrementada em relações desgastadas, por variados problemas, entre eles, a tal da rotina.

Bem, está curiosa para conhecer os estimulantes? Ok, mas, antes de mais nada, é sempre bom entender um pouco mais sobre sexo e quando e como esses produtos podem ser úteis em uma relação.

Entendendo mais sobre sexo

Diferentes tipos de estimulantes sexuais femininos
Primeiramente, é bom ter em mente que a concepção de sexo para uma mulher é bem diferente da de um homem, certamente, de uma forma mais generalizada, já que cada pessoa é única, e isso pode depender da experiência sexual, do seu histórico e, até mesmo, de sua criação.

Mas, de uma forma geral, a mulher precisa de um envolvimento emocional com seu parceiro e, principalmente, precisa estar bem resolvida com ela mesma para que consiga ter bons resultados na cama, para que consiga se entregar para o sexo e sentir prazer. Esse conjunto, é o melhor de todos os Afrodisíacos naturais Femininos!

Porém, para que isso aconteça, é preciso considerar alguns fatores, desde a relação com a outra pessoa, o clima do momento, até e, principalmente, a autoestima e a autoconfiança.

Como na mulher, geralmente, o lado emocional pesa muito, se ela não  estiver bem resolvida com o marido, namorado, amante, enfim, o seu parceiro naquele momento,o sexo, provavelmente,  não vai funcionar bem, nem usando os melhores estimulantes sexuais femininos…

E não precisa ser nenhum grande problema, basta que haja  algum conflito, desde uma discussão ou problemas com os filhos que, pronto, a mulher já não consegue se desligar, enquanto que com os homens não acontece o mesmo, eles facilmente abstraem, desligam o resto do mundo e conseguem fazer um sexo sem envolver os problemas.

Entendendo mais sobre sexo
Já, a mulher não, ela tem mais dificuldade, embora, como já disse, isso é só de uma forma generalizada, cada caso é um caso, dependendo, principalmente, do nível de testosterona no corpo dela, quanto mais testosterona tiver, mais ela vai se desligar dos problemas casuais e, dessa forma, se sentirá confortável para se entregar durante a relação sexual.

Porém, no caso de fazer sexo com um parceiro casual, apenas por satisfação e desejo sexual, então, o que vai mais contar, nesse caso, é a relação com ela mesma do que de fato usar algum Afrodisíaco natural Feminino.

Mas, existem também problemas de disfunção sexual, que é quando a mulher sente dificuldade de ter o desejo, ela nem liga para isso, e, na maioria das vezes, isso está relacionado a problemas psicológicos ou hormonais.

Já, quando o problema é na hora das preliminares, durante a estimulação, quando, de repente, diminui completamente a libido, então fica se forçando a sentir alguma coisa. Isso é uma disfunção sexual. Também existe a anorgasmia, que, para quem não sabe, é a dificuldade de se chegar ao orgasmo, ou mesmo, a ausência completa de orgasmo.

Na verdade, pode até parecer uma coisa muito simples, só que é bem complexa, pois as causas de todos esses problemas são muito parecidas e costumam envolver questões hormonais ou psicológicas, como o excesso de responsabilidade, baixa autoestima, amamentação e até alguns  remédios.

Para quem não sabe, alguns medicamentos,  principalmente, antidepressivos-muito receitados hoje em dia devido ao estresse da vida atual-, acabam interferindo na satisfação sexual, diminuindo a lubrificação vaginal e o prazer.

E mais, até mesmo quem está amamentando pode sofrer com a falta de libido, e isso porque a produção da prolactina, hormônio que produz o leite da amamentação, inibe a dopamina, hormônio do prazer, o que acaba diminuindo a procura por sexo e o prazer sexual.

Sem falar nas mulheres que produzem menos testosterona e estrogênio, elas também podem ser afetadas e,  até mesmo, mulheres na menopausa.

O fato é que é fundamental procurar um médico quando surgir qualquer sinal de desconforto, Afrodisíaco natural Feminino geralmente é até indicado quando a mulher tem um bloqueio psicológico ou uma disfunção sexual muscular, mas é muito importante entender a real causa do problema e descobrir se o estimulante sexual realmente será eficaz no seu caso.

Outro fato muito comum é a mulher ter a musculatura vaginal (Map – musculatura do assoalho pélvico) enfraquecida, o que faz com que o orifício vaginal seja mais aberto. Nesse caso a penetração não causa tanto atrito, o que faz com que diminua a sensibilidade tanto para o homem quanto para a mulher. Certamente, estimulante sexual algum poderá ser de ajuda nesse caso, sendo necessário fortalecer a região com contrações vaginais diárias.

Na verdade, o estimulante sexual feminino só serve para potencializar o desejo, não o prazer. Bem, com essa parte já compreendida, agora chegou a hora de conhecer alguns tipos de Afrodisíacos naturais Femininos.

Os diferentes tipos de estimulantes sexuais femininos

Os diferentes tipos de estimulantes sexuais femininos
Quantos aos Afrodisíacos naturais Femininos existem diferentes tipos, são eles:

  • Adstringente vaginal: de todos os Afrodisíacos naturais femininos, esse é o mais utilizado, ele  deixa o canal vaginal inchado e mais fechado, aumentando o atrito e o prazer, tanto para a mulher, quanto para seu parceiro.
  • Cosméticos: são usados diretamente na região genital e no clitóris, aumentando a vasodilatação local e, por consequência, a sensibilidade e o prazer.
  • Ingeríveis: existem Afrodisíacos naturais femininos que devem ser ingeridos e possuem mesma função. Os ‘industriais’ são bastante populares, e podem ser encontrados tanto em versão líquida como efervescente, devendo ser misturados na bebida. Atualmente, também já é possível encontrar no mercado estimulante em lata, pois é, na verdade, uma bebida com aroma de feromônio (que atrai o sexo oposto). Vale saber que a grande maioria desses ‘energéticos’ possui combinação de extratos naturais que aumentam a disposição, concentração e o apetite sexual.

Benefícios dos estimulantes

Para poder se beneficiar com Afrodisíacos naturais, primeiramente, é preciso saber se a pessoa não tem nenhuma disfunção que acabe atrapalhando o desempenho do estimulante.

Pronto, resolvida essa parte, agora resta conhecer seus benefícios, que são:

  • Aumentar a libido;
  • Aumentar o prazer numa relação.

O grande segredo dos estimulantes, na verdade, é elevar o nível de testosterona e a disposição para o sexo, sendo logo fácil perceber o benefício no desempenho sexual e no ânimo do dia a dia. Acredite, muitas mulheres relatam experimentar até orgasmos múltiplos quando utilizam Afrodisíacos naturais Femininos.

Mas, muita calma nessa hora, embora eles sejam sim, de grande ajuda, é bom saber que não farão “milagres”. Ou seja, é fundamental estar bem consigo mesma e com o parceiro, para poder sentir mais prazer e poder tirar o máximo de proveito da relação sexual e dos estimulantes sexuais femininos.

Contraindicações dos estimulantes

Quanto às contraindicações dos Afrodisíacos naturais Femininos, elas são as seguintes:

  • Hipertensas devem ter cuidado na hora de utilizar Afrodisíacos naturais femininos, pois alguns deles aumentam o débito cardíaco.
  • O metabolismo também pode aumentar com o estimulante sexual, o que pode prejudicar uma pessoa com disfunção metabólica.
  • Por mexerem muito com o organismo, de uma forma geral, mulheres com qualquer problema de saúde devem, antes de fazer uso de Afrodisíacos naturais femininos, consultar um médico para descobrir se eles podem trazer prejuízos à saúde.

Vale saber, também, que cada um dos estimulantes sexuais femininos tem uma propriedade diferente, enquanto alguns são mais afrodisíacos, outros têm componentes com hormônios sintéticos, por isso, é fundamental consultar o médico antes de optar por algum estimulante .

No entanto, felizmente, a maior parte dos Afrodisíacos naturais femininos são naturais, o que faz com que não tenham muitos casos de contraindicação, mas, todavia, vale ter cuidado se for hipertensa ou tiver alguma doença metabólica.

Ervas que aumentam a libido

canela afrodisiaco natural
Quer uma boa notícia? Então, é possível encontrar na própria natureza estimulantes 100% natural. Não acredita? Pois saiba que você deve ter na sua cozinha, pois é, entre os muitos afrodisíacos femininos e masculinos estão a canela, cravo, guaraná, marapuama, catuaba, Tribulus, ginkgo biloba, taurina, entre outras, que nada mais são do que ervas e especiarias que têm a fama de serem afrodisíacas, ou seja, de aumentar a libido, o desejo sexual.

Confira abaixo um pouco sobre as principais ervas/especiarias consideradas estimulantes sexuais femininos:

Canela: é tão poderosa para o corpo feminino que, se você estiver com problema para menstruar, basta tomar chá de canela, que isso vai ajudar o fluxo a descer mais rápido. Além disso, a canela tem uma propriedade muito próxima ao corpo feminino e acaba mexendo com o estrogênio – hormônio feminino -, assim como a essência de amora, que pode ajudar na libido da mulher.

Cravo, canela e maracuama: são ervas cada  uma um Afrodisíaco natural feminino, que trabalha com a resposta do corpo, com o hormônio, o débito cardíaco e o aumento da vascularização na genital, resultando, também, na lubrificação vaginal.

Guaraná e taurina: são ervas que servem para dar uma ajudinha na disposição. Elas aumentam o vigor do corpo e a energia.

Catuaba: é um poderoso Afrodisíaco natural feminino que serve para estimular o desejo sexual e aumentar a libido.

Tribulus: ajuda a aumentar a libido e a ter mais receptividade a estímulos sexuais.

Ginkgo biloba: além de aumentar a resistência sexual e a sensibilidade na área genital, também ajuda a melhorar a circulação do sangue nos vasos sanguíneos.

Ginseng: Afrodisíaco natural feminino que possui ação estimulante sobre os órgãos sexuais.

Estimulantes sexuais manipulados

Muitas mulheres não sabem que é possível, mas algumas farmácias trabalham com Afrodisíacos naturais manipulados. Nas fórmulas desses estimulantes, geralmente, são utilizados tribulus, ginseng, taurina, catuaba, ginkgo biloba, maca peruana, entre outras ervas/especiarias.

Alimentos afrodisíacos

afrodisiaco pimenta
Pois é, nessa ajudinha que pode vir da natureza, além das ervas, é possível encontrar um suporte em alguns alimentos que, embora ainda sejam muito subestimados para esse fim, podem sim, agir como estimulantes sexuais.

Certamente, nem tudo que reluz é ouro, traduzindo: nem tudo que dizem é verdade, grande parte é mito, mas, existem sim alguns poderosos Afrodisíacos naturais Femininos.

Felizmente, hoje já é possível nos fazer valer da ciência para nos ajudar a encontrar alimentos ricos em certos nutrientes que são peças-chave na nossa libido.

Acredite, tirando a possibilidade de ser um problema emocional, muitas vezes, a falta de libido pode estar ligada à falta desses nutrientes no organismo. Certamente, não basta comer uma vez determinado alimento e, pronto. Não. Afinal, não se trata de nenhuma mágica. É preciso fazer uso desses alimentos, constantemente, para conseguir reverter o quadro de deficiência nutricional.

De qualquer forma, as pessoas podem contar com certos alimentos para dar uma forcinha na hora “h”, já que a alimentação pobre em nutrientes, junto com o estresse, provoca uma baixa nos níveis de testosterona, zinco e vitaminas do complexo B.

Muitos alimentos, ricos nessas substâncias tão necessárias para a libido são as já conhecidas comidas afrodisíacas, como as ostras. Mas, vamos combinar que nem todo mundo pode bancar ou gosta de comer ostra todos os dias,  e felizmente, existem opções fáceis de encontrar e mais em conta.

Confira, abaixo, alguns alimentos conhecidos por serem afrodisíacos e que, portanto, devem fazer parte de seu dia a dia:

  • Morango
  • Banana
  • Figo
  • Melancia com semente
  • Abacate
  • Semente de abóbora
  • Amêndoas
  • Amendoim
  • Aspargos
  • Aipo
  • Pimenta vermelha
  • Sardinha
  • Quinoa
  • Arroz integral
  • Chocolate 70% cacau ou cacau em pó
  • Noz-moscada, entre outros.

E é isso, agora é tentar colocar esse alimentos afrodisíacos em sua lista de mercado e seguir uma alimentação balanceada, que também é muito importante quando o assunto é desejo/satisfação sexual.

Mas, é claro, os estimulantes sexuais também podem ser de grande ajuda, e estão aí disponíveis nas mais variadas versões, para ajudar as mulheres que buscam mais prazer com o sexo ou, simplesmente, querem incrementar sua relação.
mulher estimulada

Por fim, mas não menos importante, vale ter em mente que, em caso de dúvidas ou dificuldades na hora do sexo, a melhor opção é sempre conversar com seu /sua ginecologista que saberá indicar o melhor tratamento para o seu caso e o melhor Afrodisíaco natural feminino para você.