Azitromicina – Indicações
A azitromicina é um antibiótico da classe dos macrolídeos, geralmente, usado para tratar infecções respiratórias, doenças sexualmente transmissíveis, diarreias e outras doenças infecciosas.

Na verdade, a azitromicina ficou muito conhecida por sua eficiência no tratamento de determinadas doenças, como aquelas ligadas ao comprometimento do sistema respiratório.

E isso não é tudo, uma outra característica interessante desse medicamento é que a azitromicina pode ser utilizada no tratamento de DSTs – Doenças Sexualmente Transmissíveis.

Antes de mais nada, vale saber que nenhum remédio está livre de causar alguma reação alérgica, por isso é fundamental  sempre consultar um profissional antes de iniciar qualquer tratamento.

Derivado da eritromicina, antibiótico mais antigo e pouco utilizado hoje em dia pelos médicos, presente apenas em algumas pomadas e colírios, a azitromicina tornou-se um antibiótico muito popular devido à sua confortável posologia, que costuma ser de apenas 1 comprimido diário por 3 a 5 dias.

Possui uma série de indicações de uso e por esse motivo é considerado bem versátil, inclusive, há infecções que podem ser tratadas com apenas uma dose única deste antibiótico.

Para que serve azitromicina?

prednisosa
A azitromicina é um antibiótico efetivo contra as bactérias Haemophilus, Moraxella, Legionella, Mycoplasma, Streptococcus, Escherichia coli, Salmonella, Yersinia , Shigella, Campylobacter, Vibrio cholerae, Neisseria gonorrhoeae e Clamidia, portanto, super eficaz para tratar diversas infecções, tais como:

  • Infecções respiratórias e de ouvidos: sinusite, bronquite, faringite, amigdalite, pneumonia, rinite ou otite média;
  • Infecções na pele;
  • Infecções nos tecidos moles: músculos, abscessos, furúnculos, gordura ou tendões;
  • Infecções genitais: uretrites;
  • Doenças sexualmente transmissíveis: clamídia e gonorreia.

E mais, a azitromicina age no organismo inibindo a síntese de proteínas de bactérias sensíveis a este composto, o que leva à sua eliminação.

Sem dúvida, seu uso, quando sob orientação médica, é seguro e, dependendo do quadro clínico do paciente, uma única dose do remédio pode ser suficiente para conter o avanço do processo infeccioso no corpo, por isso, seu uso está cada vez mais popular.

Nomes comerciais da azitromicina

Este fármaco é produzido pelo laboratório químico-farmacêutico Medley mas, claro, existem versões genéricas.

Entre as marcas mais comuns encontradas à venda nas farmácias, podemos destacar as seguintes:

  • Azitrix.
  • Zitromax.
  • Astro.
  • Azi.
  • Zitromil.
  • Azitrax Gu.
  • Azitrolab.
  • Clindal Az.
  • Selimax Pulso.

Efeitos colaterais e contraindicações de azitromicina

remédios

Esse fármaco, em geral, é bastante seguro; não é a toa que ficou bem popular, pois é eficiente e os sintomas indesejáveis manifestados pelo consumo do fármaco não são frequentemente relatados.

Ainda sim, são relatados sintomas, dentre os possíveis efeitos colaterais podemos citar náusea, vômito, cólicas e diarreia, que são os mais comuns e ocorrem em aproximadamente 5-10% dos casos. Estes sintomas gastrointestinais são mais comuns quando se administram doses maiores ou iguais a 1 grama por dia.

Ansiedade, agitação, sonolência, cansaço, tonturas e mal-estar são outros efeitos colaterais que foram relatados por alguns usuários.

Pacientes com problemas hepáticos, como hepatite ou cirrose, devem evitar o uso de azitromicina, já que uma droga que pode ser tóxica para o fígado. A azitromicina também não deve ser usada em pacientes com Miastenia Gravis.

E atenção, embora não haja comprovação de risco de malformações, grávidas e lactantes não devem fazer uso deste antibiótico.

A azitromicina também é um medicamento contraindicado para pessoas que possuem histórico de reações alérgicas, assim como hipersensibilidade à azitromicina, eritromicina ou mesmo a outro antibiótico do tipo macrolídeo. Se houver alergia a algum dos componentes existentes na fórmula, deve-se evitar o uso da medicação.

Azitromicina e pílula anticoncepcional

Uma dúvida muito comum é se o uso de azitromicina poderia cortar o efeito da pílula anticoncepcional, na verdade, isso não acontece, o antibiótico não interfere nem corta o efeito dos anticoncepcionais hormonais, sejam na forma de pílula, adesivo, injeção ou implante. Nem mesmo a minipílula e a pílula do dia seguinte podem sofrer interferências.

Como tomar a A zitromicina

como tomar
A Azitromicina pode ser comprada na forma de comprimido ou suspensão oral, e, ainda na forma injetável, e é produzida por diferentes laboratórios.

Certamente, a forma de utilização do medicamento pode variar em função de vários parâmetros. Por isso, é fundamental contar com o acompanhamento de um médico, pois ele é o profissional capacitado a receitar um tratamento adequado com posologia e frequência de consumo corretos.

O perigo de se automedicar se guiando pela bula ou pela internet na hora de se tratar, é que esses meios não levam em conta as suas particularidades, as singularidades do seu quadro clínico, só podendo ser devidamente identificadas por um profissional.

Portanto, por se tratar de um antibiótico, a azitromicina apenas deve ser tomada sob indicação médica, quando, geralmente, são recomendadas doses de 500 mg por dia, devendo o tratamento ser mantido durante 3 dias.

Para o tratamento da gonorreia, no entanto, geralmente, é indicada 1 dose única de 1000 mg.

Para crianças, as doses devem ser indicadas pelo pediatra, sendo, geralmente, indicadas de 10 mg por cada 1 Kg de peso da criança, para crianças com peso inferior a 45 Kg.

Como qualquer medicamento, a azitromicina deve ser guardada em local seco e longe do calor.

Caso haja qualquer reação alérgica, o medicamento deve ser interrompido e o médico que o prescreveu deve ser avisado.

Por ser produzida por diferentes laboratórios, a Azitromicina pode ser encontrada no mercado com os nomes comerciais Azi, Zitromax, Astro e Azimix.

A azitromicina é um antibiótico de longa ação, cada dose de 1 grama mantém-se ativa por cerca de 70 horas, motivo pelo qual o tempo de tratamento costuma ser menor que a maioria dos antibióticos.

Enquanto outros antibióticos precisam ser tomados por 10 a 14 dias, muitas vezes com posologia de 2 a 3 administrações diárias, o tempo máximo de azitromicina habitualmente prescrito é de 3 dias, com apenas uma dose diária.

Onde comprar Azitromicina

vende em farmácia sem receita
Encontrar Azitromicina é muito fácil, já que pode ser  encontrada sem problemas em qualquer rede de farmácia, porém, seu preço poder variar por diversos fatores, sendo o principal deles está relacionado aos laboratórios responsáveis pela produção deste medicamento.

Mesmo assim, a média de preço da Azitromicina varia entre 10 e 40 reais, dependendo da dosagem e, claro, do laboratório responsável pela fabricação.

E é isso, no mais, como já foi dito, azitromicina é um medicamento considerado muito eficaz e seguro, com baixas taxas de efeitos colaterais graves relatados pelos seus usuários, porém, o tratamento com esse medicamento deve ser acompanhado por um médico, pois só ele poderá indicar a quantidade e a frequência correta de consumo.