Beleza retocada

Beleza retocada

Hoje em dia você pode observar em muitas revistas para várias modelos, com um corpo que parece irreal, tão magro e “perfeito” que aparenta ser. Há aqueles que mantêm a sua figura bem complexos, outros tantos vêem-no como um negócio e há casos de retoque fotográfico.

Mas a questão não termina aí. É muito tentador deixar-se levar pelas imagens que se observam e, muitas vezes, acaba adotando o mesmo desejo de enflacar e perder peso mais do que o necessário.

A esse respeito, ativistas em campanha contra os distúrbios alimentares, afirmam que os modelos de tamanho zero preferidas em modelagem, promovem uma cultura de alimento pouco saudável. Há ocasiões em que o que as pessoas observam nas revistas, nem sequer é possível, no sentido médico e anatômico. Trata-Se de ajustes em programas de computador especializados em modificar as fotografias ao gosto de quem o realiza.

O governo britânico quer agir contra essas circunstâncias, por isso que os funcionários se reuniram em outubro deste ano, com os agentes de publicidade, editoras de moda e especialistas em saúde para discutir a forma de frear o retoque de fotos, bem como promover a confiança em si mesmas de mulheres e meninas. De conseguir o desejado, os anúncios e revistas de moda na Grã-Bretanha terão que incluir avisos em fotografias retocadas de que os corpos ali impressos são fantasia.

Hany Farid, especialista em ciência forense da fotografia digital para a Universidade de Dartmouth, em New Hampshire, menciona: “Todo o mundo está mostrando bonecas Barbie. Eu penso que não há uma única foto nessas revistas que não seja retocada”.

Antes, os programas de correção digital são usados para ocultar detalhes, como algum granito. Agora, se reduzem barriga, quadris e pernas, obtendo como resultado corpos “perfeitos”, mas nada saudáveis.

Os profissionais de saúde enfatizam que o governo deve regular essas ações para que mulheres e meninas para recuperar a confiança em si mesmas, já que ao observar as modelos, sentem desejo de ser igual a elas e caem em práticas prejudiciais para o seu corpo.