mulher linda praticando calistenia na beirada de um prédio
Tal como as tendências de moda lançadas nas passarelas, ou de decoração, lançadas em feiras e showrooms,  acredite, existem também as atividades físicas da hora, ou seja, aquelas atuais queridinhas e procuradas pelos apaixonados por esportes.

Então, o fato é que novas modalidades surgem a todo momento e o mais importante é que, quase sempre, elas trazem benefícios incontáveis para saúde e bem-estar.

Nesse sentido, você já ouviu falar em calistenia? Não?? Então, se prepare, porque, provavelmente,vai ouvir falar muito em calistenia e, quem sabe, até já tenha praticado sem nem saber do que se tratava.

O que é Calistenia

fazendo reforço para lombar
Então, calistenia nada mais é do que um tipo de exercício físico já bastante antigo (acredite!), que embora seu nome ainda seja desconhecido por muitos, sempre esteve em alta, fazendo com que os seus praticantes alcancem resultados significativos.

Ok, mas afinal, do que se trata? Então, calistenia é a prática de alguns exercícios utilizando a força corporal, simples assim! Viu? Agora lhe parece mais familiar, não é mesmo?

A origem da palavra calistenia vem do grego, onde kallos significa “belo” e sthenos significa “força”.

Todos os exercícios de calistenia utilizam apenas a força do próprio corpo, e em alguns casos, alguns objetos simples, como apoios e barras.

Os primeiros registros de ginástica, semelhante à calistênica, datam do século XIX, cujo objetivo era a busca da força em conjunto com a beleza representadas nas formas e curvas do corpo.

Fundamentada no estudo da fisiologia, da anatomia e da mecânica do movimento, essas ciências avançaram muito no século XIX.

Pesquisas mostraram que ela foi desenvolvida na França pelo suíço Phoktion Heinrich Clias, que por volta de 1822 difundiu, não só na França, como também na Inglaterra, que logo acabou tornando-se muito popular em todo o mundo.

Mas, não vá pensando que calistenia é um exercício leve e fácil de fazer, na verdade, muito pelo contrário, pois a calistenia requer uma força muito grande de seus praticantes, envolvendo e trabalhando todas as partes do corpo.

Muito utilizada nos anos 80, justamente, como uma forma de tonificar os músculos do corpo e emagrecer, hoje, a calistenia está incorporada em outras modalidades como o treinamento funcional, o crossfit e o street workout.  .

Benefícios da ginástica calistênica

Calistenia é a prática de alguns exercícios utilizando a força corporal

Quanto aos benefícios, por trabalhar o corpo como um todo, já se pode imaginar que eles são muitos.

Primeiramente, a calistenia serve para tonificar o corpo e emagrecer, sendo muito eficaz para essas finalidades, sem falar que ela também auxilia na desenvoltura, resultando em uma musculatura muito mais forte, ágil e resistente.

Na verdade, a calistenia serve e é muito utilizada como um treinamento funcional, que, para quem não sabe, é totalmente diferente dos exercícios praticados em uma academia, por exemplo.

Entre tantas vantagens, a calistenia, justamente, por trabalhar todas as partes do corpo, acaba sendo de grande ajuda na hora de realizar as atividades do dia a dia.

E mais, outra vantagem desse tipo de treino é não se limitar a exercícios isolados, como acontece na maioria dos treinos de academia, colocando todo o corpo em sintonia.

Vale saber, também, que os exercícios calistênicos podem ser praticados em qualquer lugar, especialmente ao ar livre, sendo uma ótima opção para quem não gosta da ideia de praticar exercícios confinado em uma academia, podendo se exercitar junto à natureza.

Resumindo, os benefícios da calistenia, são:

  • Aumento da massa muscular;
  • Aumento da força física;
  • Melhora a resistência;
  • Melhora a mobilidade;
  • Aumento da flexibilidade e do equilíbrio corporal;
  • Dispensa equipamentos e acessórios caros;
  • Adequada para qualquer nível de condicionamento físico;
  • Pode ser praticar em qualquer lugar;
  • Desenvolve a coordenação motora;
  • Reduz o percentual de gordura corporal;
  • Contribui para o aumento do gasto energético;
  • Contribui para um metabolismo mais ativo;
  • Reduz a frequência cardíaca em repouso;
  • Trabalha o corpo como um todo.

Contraindicações

Já que se trata de um exercício que é feito apenas com a força do corpo, qualquer pessoa pode praticar calistenia, porém, assim como em qualquer outra atividade, é preciso respeitar os limites do corpo.

Assim, pessoas sedentárias, claro, devem começar aos poucos, com exercícios leves, e ir aumentando a intensidade gradativamente.

Exercícios calistênicos

aula com participantes fazendo atividade de postura
Confira abaixo os principais exercícios de calistenia, é importante ter paciência e não tentar realiza-los com alta intensidade. Para fazer exercícios mais complexos e com movimentos perfeitos é preciso disciplina, dedicação e muita prática:

  • Apoios: ótimo para a construção de músculos na região peitoral, ombros e tríceps, contribuindo para a estabilidade e resistência muscular.
  • Barra: neste exercício exige um melhor condicionamento físico dos adutores e extensores dos ombros, assim como os flexores do cotovelo.
  • Barra com unilateral: fortalece flexores do cotovelo, adutores e extensores dos ombros, além da musculatura estabilizadora da cintura escapular.
  • Agachamento – realizados com os pés alinhados com os ombros, são eficientes para fortalecer os músculos extensores do quadril e joelhos. É necessário que o praticante flexione os joelhos e o quadril e, logo após, os estenda. São benéficos para fortalecimento dos membros inferiores e apresenta diversas variações, com a modificação do posicionamento dos pés.
  • Abdominais: são exercícios para definição da região do abdômen e possuem algumas variações, tanto focando no reto abdominal superior quanto à sua porção inferior.
  • Prancha: também fortalece a região abdominal e tem muitas variações como a lateral ou com apoio unipodal;
  • Bandeira humana: fortalece os oblíquos internos e externos, além de musculaturas profundas da coluna;
  • Parada de mão (bananeira): fortalece a região do ombro e escapular;
  • Flexão super-homem ou explosiva: são exercícios mais avançados;

Para quem está pensando em começar a praticar exercícios calistênicos, a dica é fazer, pelo menos, dois treinos semanais para os membros superiores e dois treinos semanais para membros inferiores, depois, fazer uma pausa necessária para que os músculos trabalhados possam descansar da fadiga resultante dos treinos. Só obedecendo essa pausa a massa magra irá se desenvolver e crescer adequadamente.

Não se esqueça de procurar a supervisão de um profissional de educação física, pois embora até pareça leve, a Calistenia mexe com todos os músculos e realizar exercícios sem orientação é bastante arriscado.

Pronto, agora quando ouvir falar em Calistenia você não só vai saber do que se trata como poderá dar uma aula sobre o assunto!

Lembrando que a calistenia é um exercício completo, porém, não serve para quem deseja promover a hipertrofia dos músculos, pois ela serve apenas para aumentar a resistência e tonificar o corpo, ajudando, portanto, a emagrecer, porém, sem ganhar massa muscular.

mulheres praticando exercício

Portanto, calistenia é uma ótima opção para quem deseja fazer exercícios e emagrecer sem precisar, nem mesmo, sair de casa, pois é, e isso porque os exercícios podem ser, perfeitamente, executados em qualquer lugar.

Por fim, não se esqueça de beber bastante água, pois exercícios de calistenia contribuem para a perda intensa de líquidos e sais minerais do organismo.