Cardápio para paciente renalCardápio para paciente renal

A dieta saudável para paciente renal precisa ser bem planejada para evitar complicações do quadro de saúde. Para te ajudar a entender um pouco melhor quais são as restrições e que tipo de alimento pode ou não entrar na dieta elaboramos um artigo com todas essas informações. Se você ou alguém de que você gosta tem problemas renais deve ficar atento a alimentação.

Melhor alimentação

Quem tem problema renal deve ficar atento as quantidades de sal, açúcar, fósforo, potássio e proteínas. Tudo consiste num equilíbrio para evitar a sobrecarga dos rins. O consumo de alimentos industrializados deve ser menor. A preferência deve ser dada para as frutas (desde que cozidas duas vezes sem reaproveitamento de água) e deixar as proteínas somente para refeições como almoço e jantar.

A seguir demos algumas dicas para montar um cardápio saudável e adequado para essa condição, contudo, devemos alertar que é essencial que o paciente procure um nutricionista que irá lhe indicar uma dieta específica para o seu caso. A melhor maneira de enfrentar um problema renal é com o acompanhamento médico.

Dicas de Cardápio para Paciente Renal

Cardápio 1

Café da Manhã

  • 1 xícara de 60 ml de café ou chá
  • 1 pera cozida
  • 1 tapioca
  • Lanche da Manhã
  • 4 biscoitos de polvilho

Almoço

  • 3 colheres de sopa de polenta cozida
  • 2 colheres de sopa de frango desfiado (use sal de ervas para o tempero)
  • Salada de pepina (para temperar use vinagre de maçã)

Lanche

5 chips de batata doce

  • Jantar
  • Omelete de orégano e cebola (a dica é usar somente 1 ovo)
  • 1 banana assada (pode ter canela)
  • 1 pão integral para acompanhar

Ceia

  • 4 biscoitos de maisena
  • ½ xícara de leite (se desejar você pode completar a xícara com água filtrada)

Cardápio 2

Café da Manhã

  • 1 fatia de bolo (de milho com no máximo 70 gramas)
  • 1 xícara de 60 ml de café ou chá
  • 7 uvas

Lanche da Manhã

1 fatia de abacaxi (deve estar assada com cravinho e canela e ter no máximo 70 gramas)

Almoço

  • 2 colheres de arroz com açafrão
  • 1 bife (deve estar grelhado e ter no máximo 60 gramas)
  • 2 unidades de couve-flor cozida
  • 1 pêssego em lata
  • Lanche da Tarde
  • 1 colher de chá de geleia de maçã
  • 1 tapioca de 60 gramas

Jantar

  • 1 coxa de frango assado com no máximo 90 gramas
  • 1 concha de espaguete com adição de alho picado
  • Salada de alface (use vinagre de maçã para temperar)

Ceia

  • 1 xícara de chá de camomila de 60 ml
  • 2 torradas

Cardápio 3

Café da Manhã

  • 1 xícara de 60 ml de café ou chá
  • 1 fatia fina de queijo branco
  • 3 morangos

Lanche da Manhã

  • 1 copo de pipoca no vapor sem sal

Almoço

  • 1 colher de sopa de repolho cozido
  • 2 panquecas pequenas com recheio de carne moída (com no máximo 60 gramas de carne)
  • 1 colher de sopa de arroz branco cozido
  • 1 fatia fina de goiabada

Lanche da Tarde

  • 5 biscoitos de manteiga

Jantar

  • 2 colheres de sopa de cenoura cozida
  • 1 posta de peixe cozida com 60 gramas
  • 2 colheres de sopa de arroz branco

Ceia

  • 1 maçã assada com canela

Sal

O papel do sal nos problemas renais é fundamental, os especialistas observaram que quando em excesso ele pode tornar o trabalho de filtrar as impurezas do organismo dos rins mais difícil. Um estudo fez uma experiência reduzindo o consumo de sal em pacientes com doença renal por quatro períodos de 8 semanas. O resultado observado foi bastante impressionante, o corte de excesso de sal da dieta ajudou a conter o avanço da doença. Sendo assim quem tem problema renal deve reduzir o tanto de sal que coloca em suas refeições.

Posso/Devo comer tal alimento?

Quem tem uma doença renal sabe que cuidar da alimentação é imprescindível e incluir em sua dieta alimentos que melhorem o trabalho dos rins reduzindo o consumo daqueles que trazem prejuízo dos mesmos contribui para uma rotina muito mais saudável. Pensando nisso listamos alguns alimentos que geram dúvidas esclarecendo se eles são bons para os rins ou não.

Alimento: Pimentão vermelho

Faz bem ou mal? Por quê?

Bem, a qualidade principal do pimentão vermelho é ter pouco potássio (nutriente que não deve ser consumido em excesso) e muito sabor. Além disso, esse vegetal é uma ótima fonte de vitaminas como a vitamina A, vitamina C e vitaminas do complexo B.

Alimento: Compotas

Faz bem ou mal? Por quê?

Mal, pois é um alimento rico em hidratos de carbono que em pessoas saudáveis é uma excelente fonte de energia rápida. Como esses hidratos apresentam grande quantidade de potássio e fósforo agem como verdadeiro veneno no organismo de quem tem problemas renais.

Alimento: Alho

Faz bem ou mal? Por quê?

Bem, o alho é muito bom para a saúde em especial a saúde bucal prevenindo a formação de placa bacteriana sobre os dentes e evitando o inchaço da gengiva. Você pode usar o alho de diferentes formas nas suas receitas seja picado ou em pó. Uma dica e assar a cabeça do alho, fica delicioso.

Alimento: Carne vermelha

Faz bem ou mal? Por quê?

Mal, contudo, é essencial que se diga que em pequenas quantidades pode ser inclusa nas refeições principais como almoço e janta. A grande quantidade de proteínas que a carne vermelha possui é muito boa para pessoas saudáveis, contudo, pessoas que apresentam problemas renais podem sobrecarregar os seus rins se exagerarem na quantidade de proteínas.

Alimento: Maçã

Faz bem ou mal? Por quê?

Bem, aliás, a maçã é considerada como um dos melhores alimentos para dieta renal, pois é bastante saudável e contribui para fortalecer a saúde como um todo protegendo contra doenças cardíacas. As maçãs são ricas em fibras e contam com compostos anti-inflamatórios.

Alimento: Carambola

Faz bem ou mal? Por quê?

Mal, essa fruta é proibida para pacientes com problemas renais, pois contém uma substância tóxica conhecida como caramboxina. Pessoas saudáveis podem desenvolver problemas renais se consumirem carambola com frequência e quem sofre de uma doença renal pode ter episódios de soluços, convulsões e até mesmo chegar a óbito.