lendo-rotulos-de-alimentos

Como identificar os produtos ruins lendo rótulos de Alimentos?

É verdade que existem muitos alimentos que, com apenas vê-los, sabe-se que são alimentos processados. No entanto, nem sempre é tão fácil identificar quais são as comidas saudáveis. Isso precisa de um pouco de pesquisa, é dizer, que exige que a ler a informação nutricional da embalagem para saber identificar os ingredientes de cada refeição e conhecer a sua composição.

É importante que, quando você sair para comer fora, tenha em conta o modo de preparação dos pratos. Comumente junk food é frita ou mergulhada na gordura, em troca, os alimentos mais saudáveis são os que foram grelhados ou assados.

Como regra geral, você deve tentar manter saudável a comida, que por si só é saudável, limitando os aditivos. Uma salada é saudável, mas deixa de sê-lo se se a quantidade exceder com o molho.

Além disso, as massas e os vegetais são alimentos fabulosos que pode arruinar se lhes adicionar um molho cremoso cheia de sódio e gordura. O queijo, o creme ácida e a maionese costumam fornecer ainda mais gorduras e calorias. A seguir, veremos passo a passo como detectar os alimentos pouco saudáveis através das etiquetas dos pacotes.

RECONHECENDO OS ALIMENTOS

  • Passo 1:

Leia o rótulo com as informações nutricionais desde o início até o final.

  • Passo 2:

Veja a quantidade de calorias por porção e, especialmente, o número de calorias de gordura. A comida lixo geralmente fornece uma alta proporção de calorias por porção e a maior parte delas está representada por lipídios.
Uma refeição saudável deve ser mais baixa em calorias e poucas destas deveriam provir de gorduras. Calcula-Se que em uma dieta de 2000 calorias diárias devem consumir menos de 65 gramas de lipídios por dia, portanto em uma dieta de 1.500 devem ser no máximo 48 gramas.

  • Passo 3:

Analisa os tipos de gordura que o alimento contém. Normalmente, os alimentos lixo são ricos em gorduras ruins (saturadas e trans) A Associação Cardíaca Americana dos EUA aconselha-se que o consumo de gorduras trans seja inferior a 1% do total de calorias diárias. Assim, se você levar uma dieta de 2000 calorias por dia, não pode incluir mais de 2 gramas de gordura trans. Além disso, menos de 10% de suas calorias devem provir de gorduras saturadas.

Geralmente, as refeições saudáveis não fornecem gorduras saturadas ou trans, ou incluem apenas uma pequena proporção das mesmas.

  • Passo 4:

Considera-se a quantidade de sódio e colesterol presente na comida. Para uma dieta diária obtida a partir de 2000 calorias, deverá incorporar menos de 300 miligramas de colesterol e até 240mg de sódio. Quanto mais altos forem os números, menos saudável será a comida contida no pacote.

  • Passo 5:

Confira o aporte de fibra, uma boa fonte de fibra fornece 2,5 gramas ou mais deste nutriente por porção, e, geralmente, os alimentos sucata não contêm muita desta.

  • Passo 6:

Leia o aporte de fibra alimentar, vitaminas C e A, cálcio e ferro. Trata-Se de nutrientes benéficos que geralmente estão ausentes ou são baixos em alimentos lixo, comumente, não cobrem mais do que 5% da Ingestão Diária Recomendada desses elementos (% de IDR geralmente está indicado nos rótulos). Para que uma refeição seja considerada nutritiva, deve apresentar, pelo menos, 20% dos nutrientes importantes para o organismo que mencionamos.

  • Passo 7:

Considera o percentual global de nutrientes como fibras, cálcio, ferro, vitamina A e vitamina C. Uma comida saudável não precisa ser alta em nutrientes, uma laranja, por exemplo, fornece 130% da Dose Diária Recomendada de vitamina C, mas contém apenas 2% do aporte recomendado de vitamina A e não tem ferro. É dizer que algumas refeições saudáveis proporcionam muito de um nutriente e outras fornecem poucas quantidades de uma grande variedade de elementos.

  • Passo 8:

Observe o conteúdo de açúcar e compare-o com a lista de ingredientes. Alguns alimentos naturais, como frutas têm açúcares, e os açúcares de origem natural não vão aparecer nas etiquetas. Junk food, normalmente, contém uma forte quantidade de açúcar adicionado, que encontrará listado sob muitas formas: xarope de milho de alta frutose, maltose, dextrose, sucrose, mel, concentrado de suco de frutas, xarope de ácer.

  • Passo 9:

Presta atenção à ordem dos ingredientes, pois isso indica a proporção de cada um dentro do alimento. Geralmente o primeiro elemento compõe a maior parte, o segundo elemento tem a maior presença depois do primeiro e assim por diante. Se vê que o açúcar, sal ou gordura encabeçam a lista, seguramente se tratará de junk food.