alimentação saudávelConsumir frutas e verduras aumentam a vida útil

Saudáveis, ricos em vitaminas, fibras e nutrientes, além de ser bastante ricas, as frutas e as verduras devem ocupar um lugar privilegiado em nossa dieta.

Recentemente, em Londres, estudaram-se os vínculos entre a dieta das pessoas e a incidência de doenças mortais, revelando que aqueles que incluem em sua dieta diária de frutas e legumes potencializam o índice de sobrevivência.

O estudo, feito na Universidade de Oxford, demonstrou que se a população em geral do Reino Unido mudassem suas dietas, se evitariam mais de 30 mil mortes por ano.

Para ter um consumo alimentar saudável, recomenda-se a ingestão diária de cinco porções de frutas e legumes, não exceder seis gramas de sal e manter as gorduras saturadas em 10% do consumo total de energia.

Consumo no Brasil

No entanto, embora a Organização Mundial da Saúde avalia o consumo de 400 gramas diárias de frutas e legumes, no Brasil, a ingestão diária desses alimentos atinge apenas 30 gramas.

Tão limitado consumo de frutas e vegetais, em combinação com a deficiente qualidade em animais não vacinados de alimentos processados e o predominante sedentarismo na população, acabam por ser os principais fatores de risco e condições precursoras para o desenvolvimento de doenças crônico degenerativas, que ao igual que no caso do Reino Unido, reduz a duração e a qualidade de vida dos moradores.