Dieta-alcalina-é-boa-mesmo-funciona

Dieta alcalina é boa mesmo funciona?

PRINCÍPIOS ALCALINIZANTES

A Dieta Alcalina é feita com base no princípio da acidificação do corpo produzido pela maioria dos alimentos processados, que habitualmente consumimos também a carne, o trigo e os açúcares refinados, e para compensar esses efeitos, surgiu à luz da dieta alcalina.

Sua popularidade aumentou exponencialmente quando Victoria Beckham ou as excelências de um livro de cozinha para a dieta alcalina em 2013.

Desde então, tornou-se popularizado extraordinariamente entre as celebridades de Hollywood que têm propugnado sua eficácia na hora de perder peso, evitar problemas como artrite e até mesmo o câncer.

MAS COMO FUNCIONA?

Existe bastante controvérsia a respeito do uso da Dieta Alcalina, e se bem é certo que produz alguns resultados, estes não devem ser as razões que alega.

Lembre-se que o pH é o parâmetro que mede o quão ácido ou básico é algo como o 7, um pH neutro, quanto menor for mais ácido é, e quanto maior (até 14) mais alcalino.

PH sanguíneoNosso estômago é muito ácido (menor ou igual a 3,5), enquanto que o nosso sangue é ligeiramente alcalino (7,35 – 7,45), mas de uma forma muito estável, o que consegue através de mudanças no pH da urina fundamentalmente.

Esta dieta alcalina pretende ajudar para que nosso sangue permaneça firmemente alcalino, mas isso é algo que o nosso corpo fará sempre que esteja saudável, de forma natural.

É um princípio homeostático, por isso é um tanto duvidosa a argumentação.

E é que os alimentos que fazem parte desta dieta são tradicionalmente saudáveis em si: muitas frutas e legumes, nada de açúcar, evitar o álcool e os alimentos processados.

BENEFÍCIOS

Por outro lado, há evidência de que uma dieta com poucos alimentos acidificantes”, como as proteínas animais (carnes e lácteos e derivados), pouco trigo (pão) e muitas frutas e vegetais, ajuda a:

Evitar cálculos renais, bem como a melhorar a saúde cardíaca e a função cerebral. Além disso, parece reduzir o risco de câncer de cólon e diabetes tipo 2, mas continuam a existir dúvidas.

Os defensores da dieta alcalina argumentam que, embora os alimentos acidificantes produzem uma ligeira redução da alcalinidade do sangue apenas por pouco tempo, uma contínua reiteração desta agressão culminará em uma acidez permanente.

NÍVEL DE ESFORÇO

Para realizar corretamente essa dieta devemos sacrificar grande parte de nossos hábitos alimentares, já que, como vimos, uma grande quantidade de produtos geralmente consumidos estão fora dos permitidos.

E Por isso requer um sério esforço de levar a cabo com êxito essa dieta. E terá de aprender a preparar e a cozinhar suas refeições usando alimentos frescos.

Isso sim, não é necessária a realização de qualquer exercício físico, para que produza os resultados que promete.

O QUE VOCÊ PODE E NÃO PODE COMER

eliminando toxinas do organismoEstão proscritos desta dieta todos os produtos lácteos, a carne, a maioria dos grãos, ovos e alimentos processados, assim como os snacks enlatados e alimentos embalados. Além disso, estão proibidos o álcool e a cafeína na dieta alcalina, de acordo com a maioria dos textos especializados.

Quanto aos alimentos que promovem encontram-se a maioria dos vegetais e frutas, soja e o tofu, as sementes e os legumes e alguns tipos de frutos secos.

POSSUI RESTRIÇÕES E VARIAÇÕES?

Dado que a dieta alcalina é uma dieta predominantemente vegetariana, para eles não representa nenhum problema. Até mesmo os veganos podem incorporá-la, já que os produtos lácteos também estão fora.

A Dieta Alcalina também é ideal para os que têm problemas com o glúten, pois, exclui-se o trigo da mesma.

É indicada também para aqueles que têm algumas alergias alimentares, já que proíbe a maioria dos alimentos que produzem leite, milho, ovos, peixes, frutos do mar, nozes.

Além disso, é bom para os que querem evitar as gorduras e o açúcar.

Baixe aqui a tabela completa: