Kefir e seus benefícios

Você já ouviu falar em kefir? Pois bem, pode ir se acostumando com esse nome, pois ele é um alimento natural que pode ser usado de diversas formas na culinária, mais do que isso, é o novo queridinho de quem quer ter uma alimentação saudável, já que possui muitos efeitos positivos sobre a saúde.

O Que é Kefir?

Kefir e seus benefícios
Ok, mas afinal, o que é Kefir? Kefir nada mais é que um leite fermentado produzido a partir dos GRÃOS (sementes, mudas, starters) de KEFIR, também conhecidos como cogumelos tibetanos, plantas de iogurte, cogumelos do iogurte, kephir, kiaphur, kefer, knapon, kepiand e kippi. Possui a aparência semelhante a de um iogurte, resultante de de leite fermentado (leite de vaca, cabra ou ovelha) que tem gosto de iogurte bebível.

Durante séculos, o kefir tem sido utilizado na medicina popular europeia e asiática devido às suas propriedades nutritivas, que não são poucas, por isso, irei mostrar aqui alguns de seus muitos benefícios para a saúde.

A bebida contém altos níveis de vitamina B12, cálcio, magnésio, vitamina K2, biotina, folato, enzimas e probióticos. Como o kefir não tem um conteúdo nutricional padronizado, os valores nutricionais podem variar com base no leite do qual ele é feito.

Porém, mesmo podendo variar seus valores, de acordo com o leite usado, o Kefir é um alimento extremamente nutritivo, riquíssimo em nutrientes e probióticos, e incrivelmente útil para melhorar a digestão e a saúde intestinal.

Os grãos de kefir, que são usados para fermentar bebidas, são também chamados de Cogumelos Tibetanos, Plantas de Iogurte, Cogumelos do Iogurte, Fungo do Iogurte, Lotus de Neve, tiveram origem no Cáucaso, e são constituídos por diferentes microrganismos que ajudam a regular o intestino.

Justamente, por reunir tantos nutrientes, pesquisas mostram que o Kefir pode contribuir para:

  • Impulsionar a imunidade;
  • Tratar doenças Inflamatórias do Intestino;
  • Construir Densidade Óssea;
  • Lutar contra alergias;
  • Melhorar a digestão da lactose;
  • Matar o fungo Cândida;
  • Desintoxicar o organismo.

Achou muita coisa? Pois, acredite, esses são apenas alguns dos muitos benefícios ao consumir kefir diariamente.

Como preparar Kefir

Kefir e seus benefícios
Um grande mistério, porém, é como conseguir os grãos de Kefir. Então, diferente do que se pensa, o Kefir dificilmente é comercializado, ou seja, sua distribuição se dá por meio de doação de kefir, por pessoas que já cultivam o grão.

Mas, clama, não é difícil conseguir doadores, para quem não sabe, os grãos de kefir aumentam de volume ao longo do tempo e com frequência as pessoas tem mais grãos do que necessitam, por isso,  existem alguns grupos de Kefir no Facebook ,e até mesmo sites, como o Probióticos Brasil, que são destinados a cadastrar e divulgar contatos de quem deseja doar ou conseguir o grão.

Após obter os grãos, a dica é  utilizar uma porção média de 1 colher de sopa de grãos para 200 ml de leite. Você também pode preparar o kefir com leite de coco ou água de coco. Deixe o kefir fermentar em temperatura média de 20 a 25º C pelo período mínimo de 24h.

Então, filtre o kefir com um coador de pano separando os grãos do líquido. Passe os grãos em água corrente e retorne-os para um novo pote com leite para produzir mais kefir.

Kefir emagrece?

A resposta é sim, comprovadamente, Kefir ajuda a emagrecer, e justamente, por proporcionar a sensação de saciedade, e com isso, claro, você diminui a fome e, consequentemente, a ingestão de alimentos. Além disso, o Kefir, como já foi dito, melhora o funcionamento do seu intestino.

Vale saber que, segundo alguns estudos, a população microbiana das pessoas que sofrem com o excesso de peso é diferente da população microbiana das pessoas magras, o que sugere uma ligação entre obesidade e o tipo de bactéria intestinal.

Ou seja, de acordo com alguns especialistas, várias bactérias presentes no kefir podem favorecer a perda de peso, sem falar que ele é um alimento com pouquíssimas calorias, além de muito nutritivo.

Porém, vale ter em mente que o kefir sozinho não faz milagres, sim, ele ajuda, e muito, no emagrecimento, mas para isso, é fundamental que você se alimente de forma correta, além de manter hábitos saudáveis.

Kefir e o sistema imunológico

Kefir e seus benefícios

Se levar em conta que 75% do seu sistema imunológico está alojado no seu sistema digestivo, o que quer dizer que, essencialmente, trilhões e trilhões de “boas” bactérias e fungos que vivem no seu intestino são responsáveis por matar os “maus” microorganismos, e isso é o que mantém você vivo e com saúde.

E é aí que o Kefir pode ser super importante, já que ele, literalmente, mata as bactérias ruins e evita que se proliferem.

Pesquisas associam desde o autismo e a maioria das doenças crônicas à síndrome do intestino permeável e à digestão inadequada, além de mostrar que o consumo de Kefir, justamente,  ajuda a restabelecer o equilíbrio das bactérias do seu intestino.

Kefir tem contraindicações?

Então, apesar de Kefir ter muitos benefícios, algumas pessoas, infelizmente, não devem ingerir, como no caso do Kefir em  leite animal se você tiver alergia à proteína do leite, nesse caso, não deve ingerir. Mas, a boa notícia é que pode substituir pela fermentação em bebida vegetal ( arroz, aveia, amêndoa, coco etc), o sabor é diferente e vai fermentar muito mais rápido, além de não ter tantas propriedades, mas, mesmo assim, será uma opção de bebida probiótica e com inúmeros benefícios para a saúde, a dica é fazer com leite de coco.

Já, no caso de pessoas com intolerância à lactose, a dica é experimentar, porque durante o processo de fermentação, o Kefir consome grande parte da lactose, da caseína (açúcar) e da albumina (proteína), tornando a bebida mais fácil de digerir pelo nosso organismo.

A dica, nesse caso, é começar com doses pequenas e ir aumentando para testar a reação, o ideal são 100ml e ir aumentando de 2 em 2 dias até chegar à medida de um copo americano por dia.

Pessoas que fazem uso de determinados medicamentos devem, antes, aconselharem-se com o seu médico de família, pois existem alguns medicamentos que podem interferir com a ingestão do kefir.

No caso de grávidas a lactentes, a dica também é, antes, consultar o médico, pois lactentes podem passar o efeito laxante para o bebe e os seus intestinos ainda estão criando defesas.

E, também, portadores de hepatopatias (doenças do fígado) de qualquer etiologia, devem levar em conta que a fermentação leva à produção de álcool numa dose mínima ( mais ou menos 0,8% a 2% no Kefir de àgua) não sendo recomendado, apesar disso, para portadores dessas doenças.

Benefícios do Kefir para a Saúde

Kefir e seus benefícios
Capaz de fermentar o leite em cerca de 24 horas, os grãos de kefir podem transformar o leite cru em uma bebida probiótica e refrescante que tem vários benefícios medicinais. Dentre eles, podemos destacar os seguintes:

Reduz a Inflamação Intestinal

O kefir é também um tratamento natural e eficaz para a síndrome do intestino irritável, e isso devido às altas doses de probióticos, incluindo as estirpes de lactobacillus e bifidobacterium.

Combater o Câncer

O consumo de alimentos fermentados é benéfico para o tratamento de diferentes tipos de tumores cancerígenos. Segundo o Journal of Dairy Science, um estudo descobriu que o consumo regular de kefir ajuda a parar o crescimento do câncer de mama.

Melhora a Saúde dos Ossos

De acordo com um estudo publicado na revista de Osteoporosis International, em 2014, consumir kefir beneficia a densidade óssea e pode reduzir o risco de osteoporose, isso porque, segundo a pesquisa, a bebida fermentada aumenta a absorção de minerais essenciais para a construção do osso, como cálcio e magnésio.

Reduz Alergias e Asma

Segundo o Journal of Immunology, um recente estudo mostrou que o kefir possui efeitos positivos sobre alergias e asma, sem falar que o kefir tem fortes propriedades antiinflamatórias que poderiam ser úteis na prevenção da asma.

Melhora a Intolerância à Lactose

Acredite, produtos fermentados como o kefir podem ajudar as pessoas com intolerância à lactose, e isso porque a fermentação muda a composição química dos alimentos e, como no caso do leite fermentado, o kefir é relativamente baixo na lactose. Um estudo publicado no Jornal da American Dietetic Association mostrou que a bebida fermentada melhora a digestão da lactose e a tolerância em adultos com má absorção de lactose.

A dica, portanto, é começar colocando uma pequena gota de kefir no interior do braço ou no pulso e deixe secar. Então espere 24 horas e veja se você tem alguma inflamação. Se não houver problemas, tente adicionar apenas uma gota ou duas a uma bebida ou a alguma comida e veja se você tem alguma reação. Você vai aumentando a quantidade até que você esteja certo que você não está reagindo a ela.

Tipos de Kefir

Existem dois tipos principais de kefir que são: kefir de leite (feito de leite de vaca, de ovelha ou de cabra, mas também de leite de coco) e kefir de água (feito de água açucarada ou de coco, ambos não contendo leite).

Embora o líquido de base utilizado em diferentes tipos de kefir possa variar, o processo para a fabricação de kefir é o mesmo e os muitos benefícios para a saúde estão presentes em ambos os tipos.

Vale saber que todo o kefir é feito usando o “grão de kefir” e devem ter açúcar naturalmente presente, ou adicionado, e isso para permitir que as bactérias saudáveis cresçam e para que ocorra o processo de fermentação.

Mas, não se preocupe, o kefir é muito pobre em açúcar, pois a levedura viva ativa essencialmente “come” a grande maioria do açúcar adicionado durante a fermentação.

E vale saber também que o kefir pode ser feito em casa, só precisando, para isso, ter acesso aos “grãos de kefir”, como foi dito acima.

E mais, para turbinar ainda mais seus efeitos, experimente misturar o kefir ao seu suco detox.