Remédio para queda de cabelo

Remédio para queda de cabelo

queda de cabelo pode afetar tanto homens quanto mulheres, sendo uma das queixas mais comuns nos consultórios médicos. A queda de cabelo pode ser motivada por diversos fatores, como doenças endócrinas, predisposição genética, doenças sistêmicas, medicamentos, alterações psicológicas, falta de determinados nutrientes no organismo, traumas, infecções, doenças autoimunes e alterações da estrutura capilar.

Alguns remédios se tornaram bastante populares por apresentarem ótimos resultados, dentre eles, podemos destacar os seguintes: Pantogar, Minoxidil, Hairloss Blocker, Finasterida, Alfa Stradiol, Avicis.

Está com problema de queda de cabelo? Então, conheça melhor cada um desses remédios.

Pantogar

Remédio para queda de cabelo

Um dos mais conhecidos e receitados pelos médicos na hora de estimular os fios. É o favorito do público feminino, principalmente, depois de tentativas caseiras sem sucesso, Pantogar geralmente, acaba sendo a solução preferida para fazer o cabelo crescer mais rápido.

Pantogar é super eficaz contra a queda, justamente, por fortalecer a composição capilar.

Suas cápsulas são compostas de queratina, cistina, cálcio, tiamina, entre outros ingredientes que trabalham nutrindo os fios desde a raiz, evitando também que o cabelo se rompa e forme as famosas pontas duplas.

É possível adquirir o Pantogar em farmácias de manipulação.

Minoxidil

Minoxidil também acabou ganhando grande popularidade em função de seus ótimos resultados na hora de tratar a queda de cabelo e, até mesmo, a calvície.

É um produto vasodilatador, agindo na fase catágena dos fios, que é a fase intermediária do ciclo de vida do cabelo.  A substância procura prolongar a fase anágena evitando que os folículos atrofiem na fase catágena.

Seu uso consiste na aplicação da loção sobre a área afetada após a lavagem dos fios e os resultados já podem ser percebidos entre o segundo e terceiro mês de tratamento. Algumas indicações de uso do Minoxidil:

  • Melhorar a circulação sanguínea no couro cabeludo
  • Evitar a queda capilar contínua
  • Para vasodilatar e facilitar a nutrição dos fios

O Minoxidil é muito utilizado para evitar as falhas que costumam preceder à calvície, evitando que a queda de cabelo continue a acontecer.  O remédio atua na ampliação da base de desenvolvimento do cabelo, retardando drasticamente a queda.

Minoxidil também melhora a circulação sanguínea no couro cabeludo, fornecendo fôlego extra e duradouro para a raiz dos cabelos. Ou seja, ele atua como um potente vasodilatador de longa duração, aumentando o diâmetro das veias e artérias do couro cabeludo, podendo proporcionar resultados expressivos no crescimento capilar.

Apesar do Minoxidill ser mais popular em tratamentos masculinos, as mulheres também podem se beneficiar do produto, conseguindo que o cabelo cresça mais rápido e/ou que fiquem mais saudáveis e fortes.

Por tudo isso, Minoxidil é um dos remédios mais populares de tratamento da queda de cabelo, ajudando até a dar uma forcinha para homens que querem uma barba mais espessa.

Para quem não sabe, Minoxidil tem uma fórmula natural e, portanto, isenta de efeitos colaterais, sendo raros os casos de situações adversas em relação ao uso do produto.

Porém, grávidas e lactantes devem evitar usar o produto.

Hairloss Blocker

Remédio para queda de cabelo
Voltado ao público masculino, mais precisamente, para quem prefere uma opção natural. HL Blocker tem um composto muito rico de vitaminas e minerais essenciais que nutre o couro cabeludo e fortalece os fios.

E mais, HL Blocker realiza o controle hormonal masculino, minimizando os danos causados pela calvície.

Sem dúvida, HL Blocker é uma das melhores opções para homens que estão sofrendo com queda de cabelo.

Apesar de não trazer o cabelo de volta, nas regiões onde há falha, HL Blocker é um dos que tem maior efetividade para quem quer uma força a mais no crescimento e volume capilar, já que o volume pode ajudar a disfarçar possíveis falhas.

Finasterida


Outro remédio muito popular no tratamento de queda de cabelo, a Finasterida, famosa, principalmente, no tratamento da alopecia androgenética, o maior causador de calvície masculina e feminina.

Vale saber que esse produto também é um dos mais antigos no mercado, disponível desde 1998.

Finasterida age no organismo inibindo a alfa redutase, uma enzima responsável por transformar a testosterona  em  Di-hidrotestosterona, um potente androgênio. Quando a enzima é evitada através da Finasterida, os fios não recebem a substância danosa e, assim, controlam a queda de cabelo.

Finasterida é um remédio para queda de cabelo em forma de comprimido e deve ser ministrado oralmente.

Os efeitos do Finasterida costumam aparecer entre 12 semanas e 6 meses de tratamento ininterrupto.

Pessoas que se tratam com Finasterida, não devem interromper o tratamento sem indicação médica.

Embora seja indicado para homens e mulheres, mulheres não devem utilizar o medicamento durante a gravidez e, caso a mulher esteja no tratamento e pretenda engravidar, é indicado que suspenda o uso de Finasterida 3 meses antes da gravidez.

Alguns efeitos colaterais foram observados com o uso de Finasterida, como, por exemplo, entre os homens, a dificuldade de ereção, diminuição da libido e diminuição do volume de espermas.

Alfa Stradiol

Medicamento de uso tópico, atua para reduzir a produção do hormônio masculino DHT (Dihidrotestosterona), causador da calvície.

Essa solução capilar é indicada para o tratamento de queda de cabelo, principalmente, relacionada a fatores hormonais, para casos de diminuição leve a moderada, em homens e mulheres (perda de cabelos por fatores hormonais).

O produto age diretamente na causa do problema, atingindo o processo de miniaturização dos fios, ou seja, diminuindo a perda de cabelo, principalmente quando é diagnosticada PR ecocemente. Quando ainda existem folículos saudáveis, o Alfa Stradiol é capaz de fazer com que fios fracos e finos nasçam mais fortes e grossos.

Devido à presença de álcool na sua fórmula, podem surgir reações, sem grande importância, como queimação, ressecamento,  coceira ou avermelhamento do couro cabeludo.

Os resultados já podem ser percebidos depois de três meses e, para um resultado melhor, recomenda-se o uso contínuo do medicamento, devendo ser usado por, pelo menos, 1 ano, para melhor eficácia do tratamento.

Avicis

Remédio para queda de cabelo
Sem dúvida, uma das opções mais prescritas pelos médicos, Avicis

promete minimizar a ação do hormônio responsável pela alopecia androgenética, a dihidrotestosterona (DHT). Acredita-se que o seu mecanismo de ação seja parecido com o da substância mais conhecida nesse departamento, a finasterida.

Por conter álcool em sua fórmula, Avicis também pode desencadear alguns efeitos colaterais como irritações (queimação,ressecamento, coceira e/ou vermelhidão) nas áreas onde o produto for aplicado.

Apesar de os resultados terem sido considerados positivos em ambos os sexos, as mulheres avaliaram o tratamento como mais bem sucedido que os homens.

Estudos indicaram que o princípio ativo do Avicis seria mais eficaz em desacelerar ou estabilizar a alopecia do que em recuperar a densidade e o calibre dos fios, nesse quesito Minoxidil leva vantagem.

Os resultados do uso de Avicis já podem ser percebidos logo no primeiro mês, com a pausa da queda e fios mais grossos. Seu uso, porém, não deve ser interrompido durante um ano.

Tratamentos para queda de cabelo feminina

Remédio para queda de cabelo

Ninguém duvida que o cabelo é para muitas mulheres um sinônimo de   feminilidade, símbolo de beleza estética, portanto, claro, por um motivo ou outro, perdê-los sempre é motivo de preocupação.

Em alguns casos, a coisa fica tão séria que muitas são levadas a quadros de depressão, por isso, muitos tratamentos para queda de cabelo são focados, especificadamente, nas mulheres.

Felizmente, com todo os avanços tecnológicos de hoje em dia, já podemos contar com muitos tratamentos, e cada vez mais eficientes.

Assim, são muitos os tratamentos para queda de cabelo, que podem ser simples combinações no cardápio, passando por técnicas como mesoterapia, carboxiterapia e, até mesmo, implantes.

Veja abaixo as soluções mais práticas tratar desse mal:

Medicamentos específicos

Está cada vez mais comum dermatologistas indicarem o uso de remédios nutracêuticos herbais, que, apesar de serem de origem vegetal, são super eficientes no tratamento de queda. Podem ser aplicados diretamente no couro cabeludo, ou para consumo oral.

Produtos para queda

As mulheres podem contar com muitos tônicos capilares ou, até, shampoos, próprios para o tratamento para queda do cabelo.

Porém, cada caso é um caso, é preciso, portanto, que um dermatologista indique a formula ideal para cada problema.

Alguns exemplos: Kérastase intervenção anti-queda com aminexil, Anti-queda Dercosaminexil da Vichy, Tônico fortificante Amendanti-queda.

Terapia capilar

Muitas mulheres se submetem a tratamentos ainda sem comprovação, como as seções de laser (LED vermelho), com ação anti-inflamatória.

Porém, não existe ainda pesquisas que apontem a eficácia desse procedimento, que muitas vezes, é feito em clínicas duvidosas, realizado de forma incorreta, e ao invés de ajudar, poderá colocar sua saúde em risco.

Por isso, procure sempre centros médicos ou estéticos especializados e certificados.

Suplementos

Remédio para queda de cabelo
Outra forma de tratamento que vem ganhando cada vez mais popularidade é através de suplementos, geralmente, 100% naturais.

A dica é procurar um suplemento com eficácia comprovada, que prometa, entre outras coisas, fios fortes e saudáveis.

Sem dúvida, uma ótima opção, já que não oferece riscos à saúde.

Vitaminas

E atenção, os suplementos naturais que prometem evitar e controlar a queda de cabelo, devem conter as seguintes vitaminas:

  • Vitamina A– auxilia na oleosidade necessária para o couro cabeludo
  • Vitaminas do complexo B–baixa imunidade faz com que os cabelos caiam, e as vitaminas presentes no complexo corrigem essa deficiência
  • Biotina– promove o crescimento do cabelo
  • Vitamina C– trabalha a imunidade e mantém a saúde dos cabelos
  • Vitamina D– a que mais atua sobre os fios, estimula a criação de novos folículos capilares.
  • Vitamina E– ajuda a regenerar o couro cabeludo.

Vale ressaltar que tratamentos para queda de cabelo provenientes de suplementos naturais estão em alta e, justamente, por não prejudicarem à saúde e oferecerem muitos benefícios.