4 passos simples para emagrecer4 passos simples para emagrecer

EMAGRECER COM ALIMENTAÇÃO NATURAL

Quantos de nós não lutaram e lutaram durante muitos anos, com todos os recursos adquiridos e por ter, dietas, suplementos, bebidas dietéticas, acupuntura, etc., para tentar perder alguns quilos, e às vezes uns míseros gramas, e nem isso conseguimos alcançar?

Não somos poucos os que, estamos convencidos, não apenas por razões estéticas, mas por saúde, de que um excesso de peso, mesmo que seja de poucos quilos, não é bom.

E temos tratado de conseguir por todos os meios, especialmente quando a obesidade é muita, reduzir pelo menos alguns quilos.

No entanto, muito frequentemente, após constatar o fracasso da dieta de vez, que nos tem acontecido o contrário, por uma reação mais bem anti-depressiva, e simultaneamente, a nossa auto-estima caiu um degrau mais.

No final ficamos durante muitos anos presos em um círculo vicioso de dietas e respostas reativas que só conseguiam se afundar cada vez mais.

O que vos descreveremos repartidas por estas simples mas eficazes, 4 regras, com as quais, finalmente, conseguimos o nosso desejado objetivo de anos: perder peso e se sentir realmente bem.

BUSCAMOS O PROGRESSO, NÃO A PERFEIÇÃO

Temos de conseguir ser flexíveis na hora de escolher os alimentos que consumimos para poder desfrutar e experimentar com os mesmos.

Atualizando de uma forma paulatina da lista dos que são realmente úteis e benéficos.

Se paramos para analisar com atenção, podemos nos dar conta de que cerca de 80% dos alimentos que consumimos não nos são realmente necessários.

Mas não podemos acabar com todos eles de uma vez, temos de ir dando passos de bebê, removendo pouco a pouco todos os “alimentos falsos” sobre a marcha.

Pois, “uma viagem de mil passos começa por dar o primeiro”, e assim, conseguiremos grandes mudanças a longo prazo.

Com cada passo que demos neste sentido, desenvolver uma maior consciência de nossos hábitos e necessidades reais.

COMER ALIMENTOS QUE REALMENTE O SEJAM

Nos referimos aqueles alimentos que não são vítimas de processamento artificial, que não foram manipulados pelo homem.

São alimentos naturais tal como a natureza os produz.

Este tipo de alimento realmente nutre nosso corpo e, além disso, ajudam na desintoxicação e auto-cura do nosso corpo.

Devemos tentar que constituem 80% de tudo o que comemos, com o que conseguir perder peso de uma forma natural, sem complicadas tabelas calóricas e outros.

Uma lista dos mesmos poderia ser:

Se não somos vegetarianos, a carne orgânica, os ovos, o peixe e o frango.

Também as frutas, as verduras de folha verde, os grãos integrais como o arroz integral, quinoa, milho painço e a polenta, as algas e os legumes.

As leguminosas como os feijões, as lentilhas e as sementes como nozes.

Quanto às especiarias e temperos, escolher os naturais: sal marinho, ervas e mel.

Também podemos incluir nesta lista os alimentos que tenham sido pouco elaborados, ou seja, alimentos naturais totalmente em seu processamento e empacotamento não sofrem alteração alguma.

E os reconoceremos nas embalagens a lista de seus ingredientes, os quais muitas vezes são simplesmente o produto em questão, como, por exemplo, lentilhas, com água e sal, sem mais.

Alguns exemplos podem ser: feijão e grão-de-bico e lentilhas em lata, o chocolate orgânico, chá orgânico e o café, as amêndoas, leite de arroz, e os óleos de oliva extra-virgem e de coco extra virgem.

Iremos reconociéndolos com o tempo.

E acima de tudo, vamos refletir por todo o possível de todos os outros alimentos, ou seja, os que tenham sido processados (“alimentos falsos”).

Como os doces comerciais, os adoçantes artificiais, frituras, fast-food e aqueles com alto conteúdo em gorduras trans, e o pão branco refinado, por exemplo.

COMER CONSCIENTEMENTE

Veja como comer menos sem morrer de fome!Uma das piores coisas que podemos fazer, se é que queremos perder peso e equilibrar o nosso corpo, é comer “tolas e loucas”, de forma distraída, com pressa, estressados, como quem se limita a devorar o rancho do dia.

Se nos detivermos um tantito estar pendentes do processo do comer, podemos ir observando como nosso corpo vai curando de uma forma gradual, mas contínua.

Assim, pois, temos de comer conscientemente.

O que pretendemos simplesmente comer sentados à mesa, com todos os talheres e utensílios necessários, mastigar lentamente, agradecendo mentalmente os nutrientes que estamos recebendo.

E, se nos é possível, embora nos pareça banal, deteniéndonos a observar as texturas, cores e sabores dos alimentos que estamos consumindo.

SUBSTITUA OS INGREDIENTES, MAS SEM PRIVAR-SE

3 dicas para comer menos açúcarUma vez que conseguimos diferenciar e distinguir convenientemente os tipos de alimentos (reais, pouco processados e falsos), evidentemente volcaremos nossa atenção em melhorar as opções dentro dos naturais.

Já que nem todas as formas de apresentação e elaboração dos naturais são as mesmas e os resultados diferem: ou seja, não é igualmente benéfica um hambúrguer se você cozinhar de uma forma ou de outra, e de acordo com a preparação dos mesmos ingredientes.

Por isso, também, não temos de erradicar certos elementos de nossa dieta, às vezes, mas simplesmente alterar a forma em que são preparados.

A priori, pode ser um tanto complicado e abatido, mas isso é o que acontece no início de qualquer nova empresa.

À medida que vamos tomando o jeito, vamos ver como nos vamos sentindo muito melhor e quase sem perceber, alcançaremos o que tantos esforços derrochados não conseguiram: perder peso naturalmente.