Psoríase-um-problema-sério-de-pele

Psoríase, um problema sério de pele

A pele é um órgão e como tal tem os mesmos processos de regeneração que os demais tecidos do corpo. Normalmente, as células da pele são renovadas entre 21 e 28 dias, porém, em algumas pessoas, apresenta-se um desajuste neste processo de renovação, provocando a proliferação excessivamente rápida de células, que formam placas avermelhadas na superfície da pele. Essa alteração é conhecida como a psoríase.

Estima-Se que 2 milhões de mexicanos sofrem com esta alteração, isto é, entre 1 e 3% da população e se manifesta em homens e mulheres de todas as idades e até mesmo em crianças. Nas mulheres, as primeiras manifestações costumam aparecer antes da puberdade, enquanto que nos homens surgem entre os 15 e os 30 anos.

Os principais sintomas da doença são muitas placas avermelhadas cobertas de escamas de coloração esbranquiçada que se desmancham facilmente e causam uma sensação aguda de comichão e ardor. As áreas comumente afetadas compreendem joelhos, cotovelos, costas e couro cabeludo, mas pode cobrir áreas mais extensas do corpo.

A sua forma mais usual é a chamada psoríase em placas ou vulgar e afeta cerca de 80% das pessoas que sofrem desta doença. Cada placa tem geralmente o aspecto de uma mancha vermelha com relevo, de superfície branca, escamosa e áspera. As placas são bem definidas e isoladas.

Se bem que a psoríase não é contagiosa, sim afeta de forma importante a auto-estima de quem sofre devido ao aspecto das placas sobre seu corpo. Além disso, trata-se de uma doença crónica para a qual ainda não foi encontrada uma cura definitiva, o que só pode ser controlado seguindo certos cuidados. Os especialistas recomendam usar emolientes livres de mastigação que pode ser usado por tempo indeterminado.

PsoríaseUma opção é Psorasol, que, graças a seus ingredientes naturais, como o óleo de girassol e resina de pinho com alto teor de Ômega 3 e 6, além de vitamina E de origem natural, contribui de forma importante para regular a formação de tecido novo.

Os ômegas ou ácidos gordos essenciais têm propriedades anti-inflamatórias, queratoreguladoras, ou seja, regulam a reprodução de células da epiderme, e restauradoras, que permitem preservar o estado de hidratação natural da pele.

Os ácidos graxos essenciais contidos no Psorasol alisam a pele e reduzem o tamanho das placas, aqueles dos níveis de gordura necessários para que a pele mantenha uma estrutura adequada.

Recomendações para a pele com psoríase

  • Mantê-la hidratada, pelo que se deve aplicar produtos de uso tópico, pelo menos, 2 vezes ao dia.
  • Evitar coçar nas áreas lesionadas.
  • Usar roupas de algodão ou outros materiais naturais.
  • Consumir alimentos ricos em ômegas.
  • Diminuir na medida do possível, os níveis de estresse.
  • Evitar a ingestão de álcool, cigarro e comida irritantes.