preocupações-com-o-salQuanto sódio precisa de um adulto

O SÓDIO, ELEMENTO FUNDAMENTAL

O sódio é um dos elementos fundamentais no organismo humano, mas a sua concentração tem de manter-se em níveis muito precisos e concretos, já que uma alteração nos mesmos produz sérias alterações.

De manter os níveis corretos se encarregam nossos rins, e eles, por sua vez, podem ser afetados por níveis de sódio no sangue.

Para determinar os níveis de sódio no sangue é suficiente uma simples análise ao sangue.

AÇÕES FUNDAMENTAIS

Quanto às ações fundamentais do sódio em nosso corpo, este se ocupa, entre outras, a manutenção do equilíbrio ácido-básico no nosso organismo, bem como do equilíbrio dos líquidos no corpo, contribui de uma forma decisiva no controle da pressão arterial e é um elemento indispensável para que a condução nervosa possa ser realizada.

NÍVEIS NORMAIS

Mas, quais são os níveis normais de sódio?

Os níveis de sódio (e de outros íons no sangue), medidos em miligramas equivalentes por litro, e de acordo com os dados universalmente aceitos pela medicina, que variam entre 135 e 145 mEq/L.

NÍVEIS ELEVADOS DE SÓDIO

Existem várias doenças que entre as suas manifestações apresentam níveis elevados de sódio no sangue: por exemplo, a diabetes e outros distúrbios hormonais, tais como a ausência de vasopressina.

Mas não só doenças específicas causam esta deficiência: a simples ingestão elevada de sal sem o correspondente acompanhamento de água para equilibrado, pode provocar um sério desequilíbrio hidroeletrólito, chegando mesmo a causar uma Síndrome de Cushing ou uma diabetes insípida, que, entre outras coisas, vem causada por uma quantidade insuficiente de hormônio antidiurético.

CONSEQUÊNCIAS

Falamos de níveis elevados de sódio quando estes ultrapassam os 150mEq/L, e é conhecido habitualmente como hipernatremia, isto é, níveis superiores aos normais de sódio no sangue. Causam imediatamente aumento da sede, com inchaço, agitação, inquietação e pode chegar ao comportamento irracional. Se os níveis chegam a um patamar extremamente altas, a pessoa morre depois de experimentar uma série de violentas convulsões e coma.

NÍVEIS BAIXOS DE SÓDIO

Falamos de níveis baixos de sódio quando estes estão abaixo de 120mEq/L no sangue. Há que ter em conta que estes níveis podem ser perfeitamente tolerado por adultos que têm vindo a sofrer uma diminuição progressiva dos mesmos, mas quando essa queda é brusca, pode apresentar sintomas como fadiga, letargia, confusão, cãibras e náusea.
Se chegarem a descer abaixo de 110mEq/L pode provocar um ataque.

CONSEQUÊNCIAS

Entre as possíveis causas deste diminuição do sódio no sangue (hiponatremia) encontram-se a transpiração excessiva, o uso descontrolado de diuréticos ou queimaduras extensas.

Se beber grandes quantidades de água também podemos sofrer de hiponatremia, mas quando os níveis são extremamente baixos se devem a patologia sérias subjacentes: insuficiência cardíaca, doença renal ou hepática.
Existem também alguns tipos de câncer em que está presente uma hiponatremia severa, como os de pulmão e cérebro.

CONTROLE 

Por tudo isso, é sempre bom ter controlado seus níveis nas analíticas que, periodicamente, teríamos de fazer por motivos de rotina, e investigar mais a fundo se existe alguma alteração nos níveis que mencionamos.