sal-marinhoNo momento de comprar sal os consumidores se deparam com algumas opções nos supermercados e pode não ser tão simples quanto se pensa escolher o melhor para levar para a sua casa.

Já faz algum tempo que o sal iodado (o nosso sal de cozinha) vem sendo deixado de lado por outras variedades como o sal marinho que é apresentado aos consumidores como mais saudável. Mas, afinal será mesmo um bom negócio colocar o sal marinho na sua lista de compras? Vamos entender um pouco melhor.

O que é Sal Marinho?

O sal marinho é indicado como o tipo de sal mais saudável pelo fato de ser obtido por meio de evaporação da água do mar, isso faz dele um tipo de sal mais puro. Um sal que não passa pelo processo de refinamento, trata-se de um sal mais escuro e com um gosto menos salgado que o sal de cozinha.

Não passar pelo processo de refinamento faz com que esse sal conserve os seus microminerais, nesse processo são eliminados até 84 minerais.

Para que seja mais fácil de entender o sal marinho é igual ao sal grosso de churrasco só que está moído. Em alguns países o sal marinho é mais caro que o sal de cozinha, contudo, no Brasil tem preço mais acessível devido a pouca demanda.

Esse sal pode ser encontrado nas versões fino, grosso ou em flocos e também em diferentes cores inclusive rosa.

Sal marinho Vs Sal refinado

Para quem está em dúvida se deve dar preferência para o sal marinho quando for fazer as suas compras do mês vai gostar dessa comparação de itens dos dois tipos de sal:

Comparação em relação à pureza

O sal marinho ganha nesse quesito, pois como não passa por processamento é mais puro que o sal refinado e conserva mais minerais.

Comparação em relação à quantidade de iodo

O sal refinado recebe a adição de iodo enquanto que o sal marinho pode ou não ter essa adição. Naturalmente o sal marinho possui bem pouco iodo então e interessante apostar nas versões que tenham adição do mesmo.

O iodo é um mineral importante na prevenção do bócio. Se o sal que você usa não contêm iodo cuide para que sua alimentação tenha esse mineral através de outros alimentos.

Comparação em relação ao valor nutricional

De maneira geral quanto mais escura a cor do sal mais nutrientes ele conserva, o processo que deixa o sal refinado branco é feito para limpar as impurezas, mas acaba retirando dele boa parte do seu valor nutricional.

Comparação em relação ao teor de sódio

Essa é a comparação mais polêmica entre o sal marinho e o sal refinado, pois durante muito tempo o primeiro foi apresentado como uma versão muito mais saudável por conter uma quantidade muito menor de sódio, algo que já ficou provado não ser verdade.

Existe uma diferença muito pequena do teor de sódio dos dois tipos de sal, o sal marinho possui menos sódio, mas não é tão menos assim. Os dois tipos tem aproximadamente 40% de teor de sódio.

Comparação em relação aos poluentes

É importante dizer que o sal marinho pode ser obtido tanto através da água do mar quanto de minas de sal. No caso do sal das minas é necessário atentar para o fato de que as mesmas estão expostas a poluição do ar, chuva e outros agentes poluentes do meio ambiente.

No sal marinho extraído diretamente da água mar pode haver traços de metais pesados uma vez que a água pode estar poluída.

Comparação em relação ao sabor

Existe uma série de tipos de sal marinho que são os chamados sais gourmet, por terem cores e tamanhos de cristais diferentes podem adicionar aos alimentos sabor extra. Sendo assim tem quem prefira esse tipo de sal por achar que ele oferece mais sabor e textura para os seus pratos.

SAL-KOSHEROutros tipos de sal conhecidos

Nos supermercados é possível escolher entre uma grande variedade de sal, contudo, existe somente quatro tipos básicos sendo que os dois mais conhecidos são o sal refinado e o sal marinho.

Os outros dois tipos são o sal kosher e o sal de rocha, conheça mais sobre eles a seguir.

O que é sal kosher?

Esse tipo de sal é usado no preparo de carnes kosher, daí vem seu nome, pelo fato de ajudar a remover o sangue com rapidez.

Trata-se de um sal de cristais bem grandes e grossos de maneira a poder ser salpicado sobre a comida.

Porém, essas características físicas desse sal impedem que ele seja rapidamente dissolvido. Como esse sal não é iodado é visto como mais prático para cozinhar por chefs de cozinha.

No caso de substituir sal kosher por sal refinado numa receita é importante usar o dobro da quantidade indicada pela diferença de tamanho dos cristais.

O que é sal de rocha?

Com grande capacidade para derreter gelo esse sal é muito usado em países em que neva para derreter os acúmulos de água congelada pelas estradas.

Um sal que contêm impurezas que não são indicadas para a dieta, mas que pode ter uso na culinária da mesma forma. Um tipo de uso comum é nas receitas de sorvetes feitos em casa, pois ele pode ser usado no entorno do cilindro do sal para ajudar no derretimento do gelo.

Conclusão

o-que-é-sal-marinhoOs dois tipos de sal, marinho e refinado, tem suas controvérsias, pois o primeiro é apresentado como muito mais saudável que o segundo sem que isso seja cientificamente comprovado.

O que os especialistas dizem é que os minerais do sal marinho não fariam tanta diferença para uma dieta saudável. Contudo, não podemos esquecer que o sal refinado passa por processos e adições de ingredientes que são duvidosos comprometendo o tanto que podem fazer bem.

Hoje em dia a grande questão quando se fala sobre sal é a quantidade de sódio que o mesmo possui. O recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) é 5 gramas de sódio por dia, o brasileiro consome em média 10 gramas por dia.

Ambos tipos de sal contam com uma quantidade significativa de sódio e não há grande diferença entre eles. Sendo assim a conclusão é que você deve pesquisar bem para determinar qual o melhor produto para atender as suas necessidades e deve ter cuidado para não consumir muito sal nas suas refeições.