Precisamos conhecer os sinais de ansiedade para saber se nossas reações perante os desafios da vida são normais, apenas nos alertando para alguma situação de perigo ou, se são preocupantes a ponto de precisarmos procurar um psicólogo para um tratamento mais específico.

Como alguns sintomas de ansiedade incluem muitos distúrbios físicos não podemos correr o risco de procurar tratamento clínico quando na verdade, precisamos de ajuda psicológica.

Sintomas de ansiedade generalizada

A TAG que é um tipo mais crônico de ansiedade tem sintomas específicos que devem ser conhecidos por todos, para ficarmos atentos caso eles apareçam. As pessoas que tem TAG – Transtorno de Ansiedade generalizada tem dificuldade de se desligar das preocupações mesmo sabendo que estão exagerando em determinadas situações.

Esses pacientes não conseguem relaxar e apresentam distúrbios do sono, tem dificuldade sintomas de ansiedadepara dormir ou simplesmente não sentem sono. Suas crises incluem sintomas físicos como tensões musculares, irritação, ondas de calor ou transpiração excessiva, dores de cabeça e tremedeiras.

Outros sintomas de pessoas muito ansiosas incluem enjôos e faltas de ar, náuseas e vontade de ir ao banheiro repetidas vezes.

Sentem, em alguns casos, que algo está obstruindo sua garganta e quando estão em crise ansiosa tem dificuldade para respirar. São pessoas que se assustam mais facilmente que a maioria e sentem cansaço constante, não conseguem se concentrar nas tarefas e muitas vezes sofrem de depressão.

A TAG pode surgir na infância e adolescência ou começar na vida adulta, atinge mais mulheres que homens e seu diagnóstico se dá quando a pessoa passa pelo menos 6 meses com preocupação excessiva com os problemas do cotidiano.

Sinais de ansiedade próprios

depressão e ansiedadeA ansiedade que é comum das pessoas, aquela que nos leva a um estado de atenção e proteção em situações de perigo real possui alguns sintomas específicos que aparecem antes de existirem crises ansiosas mais sérias.

Ansiedade e preocupação excessiva (apreensão, medo) por, pelo menos 6 meses com um ou mais problemas comuns do dia a dia e existência de dificuldade para controlar a preocupação são os primeiros sinais de ansiedade específicos.

Outros sinais incluem na maioria dos casos: cansaço constante sem motivo que justifique, falta de concentração ou lapsos de memória momentâneos, irritação constante, inquietação – a pessoa não consegue ficar parada, dificuldade para dormir ou, falta de sono diariamente, a pessoa fica poucas horas dormindo, o que causa uma grande parte da irritabilidade.

Se você perceber alguns desses sinais de ansiedade em você ou alguém de sua família, procure um psicólogo que poderá ajudar com tratamentos próprios para diminuir crises ansiosas.

Leia Também: