O Ibuprofeno é um anti-inflamatório, antitérmico e analgésico, portanto, muito prescrito como analgésico (contra a dor) e em casos de inflamações ou febre (anti-térmico).

O medicamento pode ser encontrado sob diversos nomes, não só como Ibuprofeno, mas também como Danilon, Buprovil, Maxifen, Motrin, Nurofen, Vantil, entre outros.

Como todo medicamento, é fundamental que se tome a dosagem correta, de Ibuprofeno, indicado pelo seu médico, para evitar possíveis complicações.

Para que serve o Ibuprofeno?

Como já foi dito, Ibuprofeno é um anti-inflamatório, antitérmico e analgésico, logo, tem ação analgésica e atua contra dores leves e moderadas.

Por ser um anti-inflamatório, do tipo não esteróide, Ibuprofeno age inibindoda síntese de prostaglandinas, ubstâncias envolvidas nos processos inflamatórios do corpo, com cerca de 60% de eficácia, na maioria dos casos.

Por ser indicado para tratar dores, febres e inflamações, Ibuprofeno pode ser usado nos seguintes tratamentos:
• Amigdalite
• Artrite
• Artrite gotosa (Gota)
• Artrite reumatóide
• Cálculo renal
• Cólica menstrual (Dismenorreia)
• Dor de cabeça (Cefaléia)
• Dor de dente
• Dor muscular
• Dor pós-cirúrgica
• Enxaqueca
• Febre
• Inflamações odontológicas
• Lombalgia
• Osteoartrose
• Tendinite

Composição de Ibuprofeno

Ibuprofeno é extremamente eficaz para tratar dores, febres e inflamações porque tem em sua composição a celulose microcristalina, dióxido de silício, amido, ácido esteárico, povidona, talco, lactose monoidratada, álcool polivinílico, macrogol, croscarmelose sódica, estearato de magnésio, dióxido de titânio e laurisulfato de sódio.

Posologia

O medicamento Ibuprofeno pode ser encontrado na versão oral: em comprimidos de 200 mg, 400 mg e 600 mg, e gotas para tratamento pediátrico; e a versão intravenosa.

Em crianças, a partir dos 6 meses, geralmente, a dose recomendada varia de 1 a 2 gotas por cada 1 kg de peso da criança, administradas 3 a 4 vezes por dia, em intervalos de 6 a 8 horas. Já, no caso de crianças com mais de 30 Kg, a dose máxima recomendada é de 200 mg, que é equivalente a 40 gotas de Ibuprofeno 50 mg/ml ou 20 gotas de Ibuprofeno 100 mg/ml.

Para os adultos, geralmente, a dose recomendada varia de 200 mg a 800 mg por dose, o que equivale a 20 a 80 gotas de Ibuprofeno 100 mg/ml, administradas 3 a 4 vezes por dia. Não devem exceder a dose máxima recomendada de 3.200 mg por dia.

A versão de 600 mg é mais indicado para situações graves, no alivio da dor e inflamação em casos de artrite reumatoide, reumatismo articular, osteoartrite, alívio de dores após cirurgias e para reduzir a febre alta.

É importante saber que o medicamento só começa a agir, após administração oral, após cerca de 15 a 30 minutos, reduzindo a febre e aliviando a dor, e sua ação permanece durante 4 a 6 horas.

E mais, não se deve mastigar os comprimidos, eles devem ser ingeridos inteiros, e de preferência, acompanhado de água ou qualquer outro líquido, não alcoólico.

Importante: Embora essa posologia seja a indicada pelo fabricante, deve-se seguir a recomendação médica, só ele poderá avaliar seu caso e indicar a melhor forma de usar o remédio.

Nomes comerciais mais comuns

Vale uma curiosidade sobre Ibuprofeno: ele foi descoberto em 1961, por Stewart Adams, e a princípio era comercializado com o nome de Brufen.

Hoje ele faz parte da lista de medicamentos essenciais da OMS (Organização Mundial da Saúde), que define os medicamentos mais importantes num sistema básico de saúde.

Ibuprofeno é vendido em farmácias e drogarias como um medicamento genérico, podendo ser encontrado sob diversos nomes comerciais, e os mais comuns são:
• Advil
• Alivium
• Artril
• Brufen
• Doraplax
• Ibupril
• Lombalgina
• Maxifen
• Motrin
• Nurofen
• Spidufen
• Vantil
Vale saber, no entanto, que além desses medicamentos, o Ibuprofeno também é produzido e comercializado em compostos com paracetamol.

Efeitos colaterais de Ibuprofeno

Como qualquer medicamento, Ibuprofeno, também, apresenta alguns efeitos colaterais, e os mais comuns são azia, erupção cutânea, gastrite, náuseas e tonturas, além da diminuição do volume urinário e sonolência, que é um dos efeitos colaterais mais comuns do Ibuprofeno, sendo mais comum na apresentação de 600 mg.

O uso do Ibuprofeno também pode aumentar os riscos de insuficiência cardíaca, insuficiência hepática e insuficiência renal, e em casos de uso crônico, existe risco de complicações cardiovasculares.
• Anemia;
• Azia;
• Coceiras;
• Constipação intestinal;
• Depressão;
• Diarreia;
• Diminuição da urina;
• Excesso de gases;
• Insônia;
• Insuficiência renal;
• Náuseas;
• Prisão de ventre;
• Retenção de líquidos e possibilidade de edemas;
• Sono;
• Tontura;
• Zumbidos nos ouvidos.
Sem dúvida, embora sejam raros os casos, os efeitos colaterais mais perigosos do uso de ibuprofeno são a úlcera e insuficiência renal, observados apenas em pessoas que faziam o uso contínuo do medicamento.

Contraindicações de Ibuprofeno

Vale sempre ter em mente que todos os anti-inflamatórios, não esteroides, como é o caso do Ibuprofeno, podem provocar efeitos adversos gastrintestinais, por isso, não são indicados para pessoas com úlcera péptica ativa.

Também é contraindicado o uso de Ibuprofeno por pacientes com doenças hepáticas, como cirrose, gastrite, hipertensão, insuficiência cardíaca ou com risco de infarto ou doenças cardiovasculares, insuficiência renal, Trombocitopenia (nível sanguíneo de plaquetas muito baixo), úlcera péptica e mulheres grávidas (pois aumenta o risco de hipertensão e diminui as contrações uterinas) ou no período de lactação (que estejam amamentando).

Pessoas que já estão fazendo uso de outro anti-inflamatório não devem tomar o Ibuprofeno simultaneamente, com risco de causar efeitos colaterais por superdosagem.

E atenção, Ibuprofeno também é contraindicado para quem faz uso continuo dos seguintes medicamentos:
• Anti-hipertensivos (diminui os efeitos);
• Citalopram (aumenta o risco de toxidade do rim);
• Digoxina;
• Diuréticos (diminui os efeitos);
• Fluoxetina;
• Lítio (diminui a eliminação do lítio);
• Metrotrexato;
• Sertralina;
• Varfarina.

Qual o tempo máximo de uso do Ibuprofeno

O tempo de uso do medicamento quem vai definir é o médico, já sabendo que em casos de inflamações mais graves pode durar algumas semanas.

Em caso de retirada de dente é de uma semana ou pouco mais, por exemplo.
Porém, geralmente, o médico evita um tratamento muito longo com o medicamento, já que pode acentuar a possibilidade de aparecimento de efeitos colaterais, como os visto acima.

Ibuprofeno na Gravidez

Tal como qualquer medicamento, o uso de Ibuprofeno deve ser evitado em casos de gravidez ou de mães em períodos de amamentação, já que seus efeitos no feto ainda são incertos. Mulheres nessa condição só poderão tomar qualquer medicamento sob orientação médica e, sempre, pelo menor período possível.

Ibuprofeno x Paracetamol

Tanto um quanto o outro remédio, de um modo geral, são indicados para cólicas menstruais, dores de garganta, resfriados, dores de cabeça, febre, entre outros.

No entanto, paracetamol serve mais para redução de dores moderadas e leves ou para febres baixas, agindo no bloqueio da produção de postaglandinas, evitando que o corpo perceba a dor ou lesão.

Enquanto, por outro lado, o Ibuprofeno além das mesmas funções do outro medicamento, ainda é um anti-inflamatório.
Sendo assim, se a lesão é proveniente de um pós-cirúrgico, dores nas costas, garganta inflamada, entre outros, o ibuprofeno é o mais recomendado, já que, não só irá aliviar a dor, como irá agir diretamente na origem do problema.

Vale saber que, em bebês, o mais recomendado em casos de inflamações no ouvido é o Ibuprofeno.

Isso sem falar no tempo de ação, se por um lado o Ibuprofeno demora no máximo 30 minutos começar a agir e fazer efeito, por outro, o paracetamol começa a fazer efeito somente após 40 a 60 minutos da sua administração.

Porém, claro, é preciso levar em conta, no entanto, que o paracetamol causa menos efeitos colaterais que o Ibuprofeno. Por exemplo, é comum o anti-inflamatório, Ibuprofeno, gerar sensação de mal-estar estomacal devido a sua composição ácida que já o paracetamol não possui.

Onde comprar Ibuprofeno?

Ibuprofeno pode ser encontrado, em suas diversas formas genéricas, em qualquer drogaria, e também de forma online, já que hoje algumas farmácias comercializam remédios utilizando essa forma de comércio.

A dica é pesquisar os preços em diversos locais, inclusive na internet, e definir onde vale mais a pena.

Preço do Ibuprofeno

Como acontece com qualquer medicamento, o preço do anti-inflamatório Ibuprofeno pode variar de acordo com a quantidade de mg e com o estabelecimento.

Geralmente, no entanto, é possível encontrar Ibuprofeno por menos de R$10,00, principalmente na versão comprimido.
A opção em gotas com 100 mg/ml pode ser comprada por uma média de R$7,00, principalmente na internet.

Vale saber que tanto a versão em comprimidos como em gotas costumam durar um longo tempo, ou seja, é sempre bom ter uma reserva em casa para quando surgir alguma dor ou problema.